Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sou tão isto...

por Cá coisas minhas, em 20.08.17

FB_IMG_15030934870785150.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Sai da água?" "Não" Mas tu estás a tremer de frio" "Não estou nada. Não" Está lá agora. Rouxa de frio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Na praia, “Vá, temos que ir

Não quero

[Raramente de lá saímos sem birra]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mãe, onde é que vamos hoje?

Ficar todo o dia na aldeia a brincar, ou a “pastar” ou a ver bonecos, é coisa que não lhe enche as medidas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mãe, quero comer alguma coisa

Mais ou menos de meia em meia hora.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assim estou

por Cá coisas minhas, em 14.08.17

Finalmente

Em

Relax

Ilusório

Acalentando

Sossego

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem nunca... #02

por Cá coisas minhas, em 14.08.17

 

quem nunca 2.jpg

 … fala, e logo de seguida pensa: “mas porque é que eu não fiquei caladinha?

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por Cá coisas minhas, em 10.08.17

Há coisas que nos acontecem na vida que nos deixam de tal modo transtornados que nos recusamos a “absorver” as mesmas. Porque sabemos que se aquilo entra em nós, a exteriorização daquilo que sentimos será tão forte, tão esmagadora, que não sabemos se nos conseguimos levantar.

A questão é que, a recusa de absorção das mesmas, não é nada. Porque tudo está ali. Ao de cima. Á espera de conseguir entrar.

E depois vão surgindo momentos, estímulos, que abrem a porta e “aquilo” tenta entrar.

As alternativas são: fechar depressa, lidar momentaneamente com aquilo que acabou de entrar, mas selar logo, porque senão abre outra vez; ou, deixar logo entrar tudo de vez.

Por norma, recorro sempre à primeira. Acho sempre que não tenho “tempo” para lidar com as coisas. Preciso de me manter à superfície.

Não sei, sinceramente se isto é o mais saudável. Se isto é o mais certo. Sei que me tomam ou por fria e distante, ou por forte e cheia de mim.

Às vezes é uma coisa. Outras vezes é outra.

Mas neste momento, é um medo do caraças de lidar com esta treta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este meu cão...

por Cá coisas minhas, em 10.08.17

Estávamos a jantar.

Começo a ouvir um barulho que me parecia chuva.

Digo para o meu marido: “Parece que está a chover”.

Ele ignora.

Olho para a janela, não vejo chuva.

Mas o barulho continua. Resolvo ignorar.

A campainha toca. Espreito e vejo que era a vizinha do lado.

Que será agora”, penso eu.

Chego ao portão.

Torneira da rua aberta.

Quintal cheio de água. Rua cheia de água.

Diz a vizinha “Estava a ouvir um barulho estranho e não sabia de onde vinha. Vim cá fora e vi o seu cão debaixo da torneira, aberta

Pois que este meu cão, abriu a torneira e estava a banhar-se…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu hoje estava bem era assim... #01

por Cá coisas minhas, em 09.08.17

esparralhada no sofá.jpg

Esparramada no sofá. Comando na mão. 

Ora deitando sobre o lado esquerdo.

Ora deitando sobre o lado direito.

Ora a ver uma série.

Ora a ver um programa parvo no TLC.

Ora a ver programas de culinária.

Ora a fazer zapping sem parar.

Ora a ver um filme.

Ora  demorar uns 30 minutos a procura de um filme para alugar e acabar por fazer as outras opções todas à vez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Links

  •  

  • Blogs de Portugal