Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Em bom...

por Cá coisas minhas, em 07.08.17

As férias ainda não estão cá.

Mas uns passeios ao fim de semana, são possíveis e sabem muito bem.

Este fim de semana foi isso: passeio, experiências, criar memórias.

IMG_20170805_131835.jpg

Tempo de qualidade para os três.

 Foi bom e recomenda-se. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Vida Toda | Carolina Deslandes

por Cá coisas minhas, em 12.07.17

Adoro esta música. 

 

Adoro. Adoro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

José Cid | Favas com chouriço

por Cá coisas minhas, em 21.06.17

Descobri esta música ontem.

 

Eh pá, muito bom. 

Completamente diferente de tudo, e ao mesmo tempo tão genial.

Realmente, há quem consiga fazer "magia" com as palavras e com música.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jorge Palma | Na Terra dos Sonhos

por Cá coisas minhas, em 06.06.17

 

Genial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E esta praia?

por Cá coisas minhas, em 25.05.17

IMG_20170520_164656.jpg

É a minha.

Este ano nem quero outra. Este sossego é ouro.



Autoria e outros dados (tags, etc)

Cegonha | Carlos Paião

por Cá coisas minhas, em 23.05.17

Esta música é assim qualquer coisa de deliciosa.

 

Olá cegonha, gosto de ti!
Há quanto tempo, te não via por aí!
Nem teus ninhos nos telhados,
Nem as asas pelo céu!
Olá cegonha! Que aconteceu?

Ainda me lembro de ouvir-te dizer,
Que tu de longe os bebês vinhas trazer!
Mas os homens vão crescendo,
E as cegonhas a morrer!
Ainda me lembro...não pode ser!

Adeus cegonha, tu vais voar!
E a gente sonha...é bom sonhar!
No teu destino, por nós traçado!
Leva o menino, que é pequenino, toma cuidado!

Adeus cegonha, adeus lembranças...
A gente sonha, como crianças!
Faz outro ninho, nos altos céus!
Vai de mansinho, mas pelo caminho, diz-nos adeus!

Adeus cegonha, tu vais voar!
E a gente sonha... é bom sonhar!
No teu destino, por nós traçado...
Leva o menino, que é pequenino, toma cuidado!
Leva o menino... mas tem cuidado!

 

 Podem ouvir aqui.

 

[As vezes, sobretudo agora ao observar a minha filha, tenho vontade de voltar a ser assim - pequenina, com sonhos, com tanto caminho ainda pela frente, com tudo na vida ainda por escrever. Mas só as vezes, depois passa. Como diz o outro: “o caminho faz-se caminhando”]



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que eu gosto #08

por Cá coisas minhas, em 20.05.17

Rui Unas

Nuno Markl

Fernando Alvim

Bruno Nogueira

Pedro Ribeiro

 

Foi no final da década de 90, inícios dos anos 2000 que conheci estes senhores, no Curto Circuito da Sic Radical.

Eu era mais nova. Estes senhores eram também mais novos.

Mas faziam-me rir tanto nessa altura, como fazem agora.

Poderiam ter ficado agarrados aquele género: jovens tontinhos, a fazer malucadas - “gandas malucos”.

No entanto, não. Provaram que são bons naquilo que fazem. Cada um à sua maneira, com registos muito próprios. Com uma grande dose de loucura ainda. Mas também com um sentido crítico daquilo que os rodeia muito apurado, já antes e também agora. Profissionais que gostam genuinamente daquilo que fazem, e que o fazem muito bem feito.

A mim continuam a divertir-me E muito.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que eu gosto #07

por Cá coisas minhas, em 16.05.17

Uma coisa que eu gosto muito muito muito é contrariar a tendência que todos (talvez mais todas) temos ao sábado de manhã: arrumar a casa.

Sim, eu sei que maior parte das pessoas começa o fim de semana a orientar a casa: é chão para aspirar, é pó para limpar, é roupa para lavar, é WC para limpar.

Mas o que eu adoro mesmo é acordar, olhar para aquela barafunda e pensar: “que se lixe”.

Sair. Passear. “Laurear a pevide”. Seja para o que for: cabeleireiro, tomar o pequeno almoço em algum lado, ir as compras ao supermercado, ir ao veterinário, ir ao jardim, ir a um centro comercial ver montras. Qualquer motivo é um excelente pretexto para começar o fim de semana fora de casa. Ver outras caras. Ouvir outras vozes. Ver outros sítios. Sair daquela rotina/percurso, casa, colégio, trabalho, colégio, casa.

E depois  voltar só por volta da  hora de almoço. E aí sim. Meter mãos à obra.

Isto é o suficiente para eu sentir que o fim de semana fica maior e que vai ser um espectáculo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

As memórias também são isto

por Cá coisas minhas, em 09.05.17

Há sabores que nos ficam guardados nas memórias.

As favas da minha avó. Nunca mais consegui gostar de favas. Ninguém faz igual a ela.

Os queques do café do Sr. António. Ir almoçar ao Sr. António e comer uma fatia de molotov.

As pizzas da telepizza que eu e minha irmã conseguíamos convencer a minha avó a encomendar. [Eu sei que ainda há telepizza, mas já não sabem como aquelas]

A mousse instantânea de chocolate.

Uns biscoitos pequeninos chamados beijinhos [Que agora a miúda adora, mas eu nem os consigo comer]

Os bolos que o meu padrinho trazia da pastelaria onde era pasteleiro - pasteis de nata para o meu irmão e bolas de berlim para mim.

Sopa de feijão verde da avó. Que eu não gostava. Continuo a não gostar. O cheiro daquela sopa era único e ficou gravado para sempre em mim.

O bolo de chocolate da minha tia.

O pêssego em lata da outra avó.

Tantos. Não recuperáveis. Impossíveis de os igualar. Mas se fosse possível os ir buscar, certamente me trariam conforto.

As memórias também são isto. Feitas disto. E não se esquecem. Ficam guardadas ali no cantinho das coisas boas. Coisas que quando vividas, julgávamos não ter importância nenhuma. E que no presente atingem o estatuto de porto seguro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrever, para reviver

por Cá coisas minhas, em 02.05.17

Fim de semana dos bons.

Agitado. Cheio de emoções. Programa com adultos e crianças. Estar com amigos. Conversar. Beber um bom vinho com o sol a aquecer a cara. “Segunda geração” a conviver. Som de fundo: gargalhadas [de miúdos e graúdos] Aproveitar o dia todo. Sentir o sol. Passear. Conversar. Partilhar ideias, sentimentos, opiniões. Estar com quem se gosta de estar. Chegar a casa já de noite, com a miúda a dormir [rota, feliz, divertida]

Amanhecer com chuva. Decidir por um dia tranquilo. Ir à feira da vila. Comprar frutas. [Para fazer sumos, cheios de cor a lembrar a primavera e a ignorar a chuva]. Comprar “beijinhos” e ver lábios e mãos pequeninas amarelas e rosas. Tarde de sofá com chuva. Afinal a chuva vai embora. Correr 10 km. Superar-me mais uma vez. Fazer um bolo com mãos pequeninas. Lanchar. Jantar. Deitar a miúda. Deitar no sofá a ver um filme e adormecer quase quase no início. Acordar no fim. [Já é um clássico]

Começar o mês de maio com aniversário de sobrinho. 5 anos, caramba. O tempo passa mesmo a correr. Ver a alegria da miúda a entregar a prenda ao primo. Ver a alegria do sobrinho a abrir a prenda. Ver os primos a interagirem mais e cada vez mais. Ver o sobrinho a ficar crescido, mais comunicativo [os dinossauros são do antigamente, fui informada]. Chegar mais uma vez a casa com a miúda já a dormir [igualmente rota, feliz e divertida]

Ler. Adormecer. E acordar hoje as 05h10 para mais uma corrida.

Pois que a primavera se instale de vez. Que o verão chegue. Que os dias cheios de cor, risos, vozes e amigos se multipliquem. [Quero mais disto]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Links

  •  

  • Blogs de Portugal