Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Carta ao Pai Natal

por Ana, em 15.12.17

Caro Pai Natal,

Serve a presente carta para fazer uma exposição contra algumas coisas que me estão a enervar um bocadinho.

 

Em primeiro lugar.

Arranje um telefone. E ande sempre com ele. O argumento que ao longo de quase 5 anos tenho vindo a utilizar com a minha filha “olha que eu ligo já ao Pai Natal…” já não está a surtir efeito pois ouço constantemente a resposta “o Pai Natal não tem telefone”. Por isso, é conveniente que passa a andar SEMPRE com um telemóvel consigo e que o mesmo seja VISÍVEL.

 

Segundo.

Quem é que o mandou confirmar diretamente com a miúda que ela vai receber um determinado presente??? Ela pediu-lhe UM. E o Sr. Pai Natal, disse que sim, sim senhora que já estava feito. E agora, como é que a pessoa descalça essa bota? [Por acaso, já descalcei, mas com muito esforço e pesquisa e imaginação. Quem tem que ter isso tudo é o Sr. Pai Natal, não eu]

 

Terceiro.

Faça qualquer coisa contra a publicidade de brinquedos no Natal. Peço-lhe por favor. Peço-lhe não. Exigo. A cada segundo, surge na cabeça da minha miúda um novo pedido. E depois eu vejo. E acho tudo tão giro, que por minha vontade vai tudo. A minha carteira é que não concorda nada.

 

Posto isto, a única forma de resolvermos estes litígios e eu não fazer queixa formal contra si é compensar-me. Sim, sim. Compensar-ME. E como? Segue abaixo uma lista de coisinhas que eu gostaria de receber ou que simplesmente acontecessem na minha vidinha. OK?

  • Roupa, Calçado e Acessórios. Eu sei que o Pai Natal conhece os meus gostos, por isso veja lá o que encontra por aí prontinho para me entregar.
  • Diminua a intensidade e ocorrência das birras da minha cria.
  • Faça o meu marido entender que eu não sou chatinha, eu faço é questão que tudo decorra conforme o planeado.
  • Elimine as pessoas chatas que andam à minha beira.
  • Dê-me discernimento para rir das coisinhas que me vão aparecendo e força muita força para lidar com outras tantas.
  • Mantenha aqueles de quem gosto felizes.
  • Aproxime-me mais e cada vez mais, de quem me traz conforto e me faz sentir EU.
  • Relembra-me TODOS OS DIAS, aquilo que é importante e abana-me quando estou a dar importância a coisas sem importância.

Acima de tudo, ajuda-me a manter a magia destes dias no brilho dos olhos da minha filha. Não me deixes perder a paciência e ir na onda daquilo que não me está a agradar. Tenho a certeza que isso fará de mim uma melhor pessoa [E só por isso, só por isso, não levarei as minhas queixas ao mais alto nível.]

 

Saudações natalícias,

Ana

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que me acontecem #7

por Ana, em 25.10.17

No domingo passado, fiz uma bela corrida: 12 km.

Terminei fora da aldeia, cá em cima. Assim pude fazer os alongamentos com uma paisagem ampla e inspirador.

Estava um dia fantástico. Céu limpo. De uma lado, via o Palácio da Pena. Do outro lado, via o Palácio de Mafra.

Perfeito.

Até que....

De repente, comecei a ouvir tiros. E percebi que estava numa zona de caça.

Acabou-se o relax num instante. 

Primeira reacção: começar a correr outra vez.

Mas não.

Percebi que estava em zona segura [estrada].

Alonguei. Respirei fundo. E vim embora.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tem estado muito trânsito.

Toda a gente que anda de carro todos os dias, com certeza já se apercebeu disso.

Ah e tal, é sempre assim, quando começam as aulas. Sim, Mas não. Este ano, está muito mais do que o costume. É surreal.

Já tentei sair de casa mais cedo. Não tive sorte em nenhuma delas.

Até cheguei foi mais tarde. Muito trânsito (já disse?). Acidentes. Carros avariados. (No outro dia, contei 8 situações de carros avariados e/ou acidentados). Ou simplesmente, muitos carros a andar, o que faz com que se ande mais devagar.

Ontem, no trânsito, reflecti sobre esta temática. E cheguei à seguinte conclusão: Pois claro, isto está pior, não é só impressão minha. É porque a crise acabou (dizem os entendidos). E agora há mais gente que largou os transportes públicos, e vai de ir de carro para todo o lado.

E isto anda a irritar-me assim um bocado. É muita chatice logo para começar o dia.

Também é verdade, que a rede de transportes públicos, é o que é. Eu, em trabalhando no centro de Lisboa, não vinha de carro de certeza. Mas para apanhar 3 transportes, e demorar umas 3h a chegar ao trabalho, não é opção. Em minha defesa, alego ainda, que nós vimos os três e voltamos os três, pelo que no nosso caso, sai mais barato o carro do que os transportes.

Bom, mas hoje então, foi pior. E porquê? Porque “fui contra” uma mota. De repente, só vejo uma mota a atravessar-se à minha frente e eu a travar com toda a força.

Um treta. Apanhei um camadão de nervos. Sorte a minha, que a miúda já estava entregue na escola.

Não houve chatices maiores. Entendemo-nos calmamente e ninguém se magoou a sério.

Mas é chato. Estou farta destas confusões. É muito carro, senhores (e motas ).

Como é que resolvemos isto?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

É tudo a ajudar hã...

por Ana, em 12.09.17

A pessoa está com dores de garganta, ouvidos e afins.

Mal consegue estar em pé, tal é a moca.

Toma 2 Ilvicos e vai trabalhar.

A moca é mais que muita.

Os olhos pesam, pesam.

E faz a viagem toda de carro a levar com o sol na cara.

Foi muito dificil resistir à tentação "vou fechar os olhos só um pouquinho".

É tudo a ajudar hã...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem nunca... #05

por Ana, em 04.09.17

quem nunca 5.jpg

… disse “eu nunca faria/permitiria/diria…” e lá caiu?



Autoria e outros dados (tags, etc)

E setembro começa...

por Ana, em 01.09.17

É tão bom começar assim...

 

Primeiro,

A rua da escolinha bloqueada com umas três carrinhas a fazer não sei o quê. Nenhum carro passava. Lá fomos nós dar a volta maior, estacionar longe e ir a pé. Miúda, carregando a sua mochila nova - um trolley da Frozen que eu disse várias vezes que era grande e que tinha que ser ela a carregar, mas quis porque quis trazer. Resultado: acho que se arrependeu logo no primeiro dia (mas não deu parte de fraca).

 

Segundo,

IMG_20170901_083551.jpg

 Acidente na IC19. Trânsito parado assim que lá entrei.

 

Tão bom.

Tinha tantas saudades disto tudo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem nunca... #04

por Ana, em 28.08.17

quem nunca 4.jpg

… imaginou que estavam a sair centenas de moscas da boca de alguém, enquanto o ouvia dizer tanta m****?



Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem nunca... #03

por Ana, em 21.08.17

quem nunca 3.jpg

… esteve com alguém, contando interiormente todos os segundinhos, para que chegue a hora de sair dali?



Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem nunca... #02

por Ana, em 14.08.17

 

quem nunca 2.jpg

 … fala, e logo de seguida pensa: “mas porque é que eu não fiquei caladinha?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este meu cão...

por Ana, em 10.08.17

Estávamos a jantar.

Começo a ouvir um barulho que me parecia chuva.

Digo para o meu marido: “Parece que está a chover”.

Ele ignora.

Olho para a janela, não vejo chuva.

Mas o barulho continua. Resolvo ignorar.

A campainha toca. Espreito e vejo que era a vizinha do lado.

Que será agora”, penso eu.

Chego ao portão.

Torneira da rua aberta.

Quintal cheio de água. Rua cheia de água.

Diz a vizinha “Estava a ouvir um barulho estranho e não sabia de onde vinha. Vim cá fora e vi o seu cão debaixo da torneira, aberta

Pois que este meu cão, abriu a torneira e estava a banhar-se…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Links

  •  

  • Blogs de Portugal