Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

04
Jan17

04 de Janeiro de 2016 - O dia da D da minha vida profissional

Ana

Faz hoje precisamente 1 ano que iniciei o meu trabalho actual.

 

No final do ano de 2015 fechei as portas a uma vida profissional agitada, cheia de gente, de correria de um lado para o outro. Conheci muita gente. Aprendi muito. Desenvolvi competências muito diversificadas. Cresci, enquanto pessoa. Tornei-me mais comunicativa. Mais capaz. Mais confiante. Era trabalhadora independente. “Patroa” de mim própria. Geria o meu tempo conforme entendia. Tinha desafios diferentes ao longo do ano. Foram 13 anos, de uma profissão na qual eu me sentia bem a desempenhar. No entanto, era uma actividade muito inconstante. E a imprevisibilidade de trabalho, se até se faz bem, enquanto somos só dois, quando surgem os filhos, fica bem mais complicada. Além disso, a partir de certa altura, começou a ser “mais do mesmo”. Precisava de sair dali. De outro desafio. E ele chegou. No final de 2015, chegou.

 

E aqui estou eu agora. Ao fim de 1 ano, posso dizer que o balanço é muito positivo. Aquilo que me assustava era estar fechada num gabinete todo o dia. Não vou dizer que foi fácil ao início. Custou. Estava habituada a ser livre. Mas o que é certo, é que os projectos que fui desenvolvendo motivaram-me muito. E aos poucos e poucos, fui-me habituando ao trabalho de gabinete. Aqui, onde estou hoje, sinto precisamente que estou onde devo estar. Estou a trabalhar na minha área de formação. Tenho constantemente novos projectos para desenvolver. Tenho uma relação muito positiva com a minha chefia. Uma relação saudável, com os restantes colegas.

 

Não renego a minha vida profissional anterior. Aliás, considero que tudo faz parte do caminho. E a profissional que sou hoje, é fruto de todas as competências que desenvolvi anteriormente. E dos contributos que recebi de todas as pessoas que se cruzaram pelo meu caminho.

 

Mas o balanço que faço neste momento é: AINDA BEM QUE MUDEI. E sei, que também aqui, posso (e vou) crescer muito.

images.jpg

[Este brinde é para mim]

 

8 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Nº de Visitas

contador de visitantes

Também estou aqui

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D