Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

1º Trimestre: como foi

06.02.19 | Ana

Não foi fácil.

Muito enjoada. Muito ansiosa.

Abaixo seguem alguns textos que fui escrevendo, mas não publiquei.

 

Estou grávida.

De 6 semanas.

Sinto um misto de sentimentos, difíceis de explicar.

Estou grávida, porque quis ficar grávida.

Mas não pensei que fosse tão rápido.

Na primeira gravidez demorei vários meses a engravidar.

A meio de setembro decidimos: Já não vamos para novos, não podemos continuar a adiar isto, vamos a isso. Assim como assim, isto vai demorar, e depois se demorar muito tempo desistimos e tiramos esta ideia da cabeça e pronto.

Pois.

No início de novembro, fiz o teste e deu positivo.

Se da primeira gravidez, eu stressada do costume, entrei de imediato em modo relax, desta vez tal não aconteceu.

Talvez seja porque desta vez, já sei ao que vou.

Algum mau estar: enjoos, dores na barriga. Idas ao WC quase de 30 em 30 minutos.

Já fui à primeira consulta.

Está tudo bem.

Disse a mim mesma "relaxa".

Mas não consigo.

Estou muito ansiosa com o que há-de vir.

 

Passo o dia enjoada.

Como e vomito.

Já nem consigo beber água, pois tenho um sabor mau na boca, sempre permanente.

Muitas tonturas.

Continuo aflita e ansiosa.

Um descontrolo hormonal, aliado aos stresses do dia a dia.

 

O primeiro trimestre está a chegar ao fim...

E não foi bonito.

Enjoei muito. Mas muito mesmo.

Criei uma espécie de “repulsa” ao toque e aos cheiros.

Ninguém me podia tocar.

Qualquer cheiro me enjoava.

E vomitei muito.

Não engordei nada durante o primeiro trimestre.

Parece que agora estou a começar a ficar melhor.

Os excessos do Natal e do Fim de Ano, ainda fizeram estragos, mas de um modo geral, sinto-me melhor.

Ainda me agonio de vez em quando, mas isto vai passar. Tenho fé.

A M. está radiante. Há muito tempo que ela pede um(a) mano(a) para brincar.

 

Agora estou ótima.

Feliz.

Sem enjoos.

Com uma barriga enorme.

E a desfrutar finalmente com este estado de graça.

 

[Tirando as dores nas costas e o facto de me levantar TODAS as noites para ir ao WC. Parecendo que não, é chato]

6 comentários

Comentar post