Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

Coisas em introspectiva #05

03.05.17 | Ana

Há coisas que acontecem, que se ouvem, que se vivem e que das duas uma: ou sempre existiram e tu nunca lhes deste importância (e ás tantas agora, depois de se repetirem tanto, começas a dar), ou só começam a surgir agora porque de repente resolveram chatear-te a mona…

Não sei. Na certa, acontecem de ambas a toda a gente. E também muitas vezes, acontecem ao mesmo tempo. Não sei.

Mas sei que (verdade de la palice), as coisas só têm a importância que nós lhe damos. A sabedoria de gerir emoções, é mesmo essa: escolher aquilo a que havemos de dar importância.

Tenho para mim que o amadurecimento emocional, não é grande amigo disto. Porque há cada vez mais coisas que me “moem o juízo”. Eu bem tento ignorar, não dar importância. Mas é difícil.

Terei o meu mau feitio mais apurado?

Ou estou cada vez mais sensível à falta de educação bom senso dos outros?

Ou o meu conceito de bom senso é assim tão diferente?

Estarei assim tão intolerante às críticas só porque sim?

Ou sou eu que vejo crítica onde não há?

Estarei a dar assim tanta importância à educação que considero básica?

Ou são as pessoas que estão cada vez mais a borrifar-se para tudo?

[Se calhar é isto tudo junto]

Escrever, para reviver

02.05.17 | Ana

Fim de semana dos bons.

Agitado. Cheio de emoções. Programa com adultos e crianças. Estar com amigos. Conversar. Beber um bom vinho com o sol a aquecer a cara. “Segunda geração” a conviver. Som de fundo: gargalhadas [de miúdos e graúdos] Aproveitar o dia todo. Sentir o sol. Passear. Conversar. Partilhar ideias, sentimentos, opiniões. Estar com quem se gosta de estar. Chegar a casa já de noite, com a miúda a dormir [rota, feliz, divertida]

Amanhecer com chuva. Decidir por um dia tranquilo. Ir à feira da vila. Comprar frutas. [Para fazer sumos, cheios de cor a lembrar a primavera e a ignorar a chuva]. Comprar “beijinhos” e ver lábios e mãos pequeninas amarelas e rosas. Tarde de sofá com chuva. Afinal a chuva vai embora. Correr 10 km. Superar-me mais uma vez. Fazer um bolo com mãos pequeninas. Lanchar. Jantar. Deitar a miúda. Deitar no sofá a ver um filme e adormecer quase quase no início. Acordar no fim. [Já é um clássico]

Começar o mês de maio com aniversário de sobrinho. 5 anos, caramba. O tempo passa mesmo a correr. Ver a alegria da miúda a entregar a prenda ao primo. Ver a alegria do sobrinho a abrir a prenda. Ver os primos a interagirem mais e cada vez mais. Ver o sobrinho a ficar crescido, mais comunicativo [os dinossauros são do antigamente, fui informada]. Chegar mais uma vez a casa com a miúda já a dormir [igualmente rota, feliz e divertida]

Ler. Adormecer. E acordar hoje as 05h10 para mais uma corrida.

Pois que a primavera se instale de vez. Que o verão chegue. Que os dias cheios de cor, risos, vozes e amigos se multipliquem. [Quero mais disto]

 

Pág. 4/4