Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

10 Coisas que Adoro no Verão #10

04.08.17 | Ana

E por último, o que eu gosto mesmo mesmo mesmo do verão?

Eh pá. Não sei.

O Verão irrita-me um pouco mais do que o Inverno. Talvez porque o tempo esteja melhor, o ambiente mais propício a fazer coisas, as pessoas partilham toda uma vida cheia de animação, e a pessoa “ressente-se”. Acha que o que tem é pouco. Que faz sempre pouco. Que gostaria de fazer mais.

Eu, tirando a praia e algumas das coisas que referi nos anteriores (porque são mesmo exclusivos do verão), faço no verão uma vida semelhante aquela que faço no inverno.

Não vou de férias para locais paradisíacos. Não passo fins de semana prolongados em hoteís bonitos. Não vou a festas noturnas de verão. Não almoço marisco todos os fins de semana. Tenho pena, disto tudo, mas não.

Mas passeio. Visito palácios (ultimamente poucos, tenho que corrigir isto). Vou a centros comerciais. Vou a parques infantis. Vou a Lisboa. Vou a Sintra. Vou à Ericeira. Janto e almoço às vezes em casa de amigos ou familiares. Recebo amigos e familiares em casa. Janto algumas vezes em restaurantes.

É isto.

[Tive mais dificuldade em encontrar os “amores” do que os “ódios”. Das duas uma, ou ando com mau feitio ou com uma visão mais do “contraditório”. Deve ser ambas. Desculpem lá qualquer coisinha.]

 

...

03.08.17 | Ana

[A falta de inspiração, misturada com a falta de paciência para lidar com pessoas, misturada com a avalanche de trabalho que apareceu nos últimos dias, tem me levado a partilhar menos coisas minhas. Resumo dos meus dias: comer, trabalhar, dormir e ver a Guerra dos Tronos (também eu já me rendi aquilo e estou a ver desde o início).]

 

Julho já foi. E Agosto?

01.08.17 | Ana

Pois eis que chegamos a Agosto.

O mês de Julho foi um misto de: “deixa-me aproveitar os fins de semana ao máximo”, e “esta semana nunca mais acaba”.

Danada porque ainda não estou de férias.  A querer aproveitar a 100% os dias/horas fora do trabalho.

Resultado: a deitar-me super tarde, a passar o fim de semana de um lado para o outro, a passar os dias da semana a arrastar-me.

Muito sono de manhã. Poucas vezes me levantei cedo para correr.

Balanço do mês de Julho: a preguiça e a “boa vidinha” ganhou. A alimentação também está sem regras.

Alguma culpa, mas pouca.

Oh pá. É Verão.

Já basta uma série de gente estar de férias e aqui a pessoa não.

Depois compenso, paciência.

[E quando me voltar a dar vontade de correr corro.]

 

Pág. 3/3