Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Carlos

    Verdade...um quentinho no coração mesmo! Faz tempo...

  • Sonhadora

    Olha, ainda bem que ele acabou tudo, quem saiu a g...

  • Mãe Maria

    ainda bem que ele acabou pq tu entraste naquela es...

  • omeumaiorsonho

    Mas que situação ainda bem que te conseguiste livr...

  • Melhor Amiga Procura-se

    Que partilha tão pessoal e tão intensa... violênci...



subscrever feeds



Sobre o Destino

por Ana, em 31.01.18

O destino, isso a que damos o nome de destino, como todas as coisas deste mundo, não conhece a linha recta. O nosso grande engano, devido ao costume que temos de tudo explicar retrospectivamente em função de um resultado final, portanto conhecido, é imaginar o destino como uma flecha apontada directamente a um alvo que, por assim dizer, a estivesse esperando desde o princípio, sem se mover. Ora, pelo contrário, o destino hesita muitíssimo, tem dúvidas, leva tempo a decidir-se. Tanto assim que antes de converter Rimbaud em traficante de armas e marfim em Africa, o obrigou a ser poeta em Paris. 

José Saramago, in 'Cadernos de Lanzarote (1994)' 

 

Verdade.

Eu só não acho certo, é o destino fazer de nós tontos.

Andamos as voltas, as voltas. 

Tantas vezes damos uma volta enorme, para chegar a um sítio tão perto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vida de Pai

por Ana, em 30.01.18

Ontem uma amiga minha, enviou-me isto.

E eu, como gostei muito partilho com vocês.

Ora vejam.

 

Não é preciso dizer mais nada pois não?

Pronto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sigam a página no facebook

por Ana, em 30.01.18

Para quem utiliza o facebook, por também acompanhar o blog por aqui.

 

https://www.facebook.com/cacoisasminhas/

 

Vão lá e façam "Gosto". 

Ficaria muito agradecida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para ficar com água na boca

por Ana, em 30.01.18

Esta semana venho falar-vos de coisas que gosto muito.

De comer, claro está.

 

No top da minha lista de alimentos preferidos está o CHOCOLATE.

ADORO.

Qualquer coisa que tenha chocolate, torna-se irresistível.

E se for quente... Hummmm... Ui, ui...

É croissant com chocolate.

É crepes com chocolate.

É bolo de chocolate.

Bolo de cenoura com cobertura de chocolate.

Chocolate. Amargo. Doce. Simples. Crunch. Com caramelo.

Já perceberam, não é?

 

Depois, outra comidinha que gosto muito muito.

Bacalhau com natas.

Gosto muito mesmo.

E o meu preferido, é mesmo o meu.

 

Saindo do campo dos preferidos, e indo para as coisas que também gosto muito de comer.

Massas. Esparguete à Carbonara.

Lasanha.

Raviolis.

Pizzas.

 

E para finalizar, há sim uns docinhos regionais que eu gosto muito. 

A saber: Ouriços da Ericeira, Travesseiros de Sintra, Trouxas da Malveira.

 

[E fiquemos por aqui, porque a "baba" já vai escorrendo]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sol

por Ana, em 29.01.18

Então, e o fim de semana?

Muito bom.

Pois, parece que finalmente o sol voltou a brilhar.

E voltou a boa disposição.

E voltou a energia.

E voltaram as corridas.

E eu continuo a perder peso.

Resultado de imagem para gif animado yupi

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira

por Ana, em 29.01.18

Resultado de imagem para i am ready

 

Venha lá mais uma, que por aqui já se arregaçaram as mangas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

As minhas citações preferidas

por Ana, em 26.01.18

Semana 4: As minhas citações preferidas.

 

"Trago em mim, todos os sonhos do mundo". Fernando Pessoa.

 

"Não sei por onde vou. Só sei que não vou por aí." José Régio.

  

"Sei que o melhor de mim, está por chegar". Mariza

 

"Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos." José Saramago

 

"Tu não és para mim senão uma pessoa inteiramente igual a cem mil outras pessoas. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo..." Antoine de Saint-Exupéry

 

E toda a letra desta música.

 
Hall of Fame
 
"Yeah, You could be the greatest
You can be the best
You can be the King Kong banging on your chest
You could beat the world
You could beat the war
You could talk to God, go banging on his door
You can throw your hands up
You can beat the clock
You can move a mountain
You can break rocks
You can be a master
Don't wait for luck
Dedicate yourself and you gon' find yourself
Standing in the hall of fame (yeah)
And the world's gonna know your name (yeah)
'Cause you burn with the brightest flame (yeah) 
And the world's gonna know your name (yeah)
And you'll be on the walls of the hall of fame
You can go the distance
You can run the mile
You can walk straight through hell with a smile
You could be the hero
You could get the gold
Breaking all"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Carpe diem - continuando...

por Ana, em 24.01.18

Chego ao trabalho, já em cima da hora.

Quando pego no casaco para sair do carro, sinto que as chaves de casa me caem do bolso.

Deixei ficar. Não tinha tempo. "Estão no carro, é o que interessa".

Mas, quis a prudência que me é característica que eu fosse tratar disso à hora de almoço.

E lá fui.

15 minutos.

De lanterna do telemóvel, à procura.

Mete bancos para a frente.

Mete bancos para trás.

Nada.

Levanta tapetes.

Encontro uma série de lixo. Encontro outras chaves que andavam perdidas.

De casa, nada.

Ponho-me de joelhos no chão, "não vá ter caído para fora do carro".

Nada.

Já passada.

Desisti.

Pensei, "bom, deve estar no carro".

"Pelo sim, pelo não, vou à recepção ver se alguém lá deixou umas chaves."

Entro no carro. Ponho o banco no sítio.

E vejo as chaves.

IMG_20180124_140433.jpg

Por cima do volante. 

Como é que é possível?!?!?!?!?

"Caíram para cima"

 

[Com isto ainda consegui registar o nº de quilómetros que o carro tem, coisa que o marido estava sempre a perguntar. É novo, não é? E sim, está sujo, muito sujo]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Carpe diem

por Ana, em 24.01.18

Resultado de imagem para nevoeiro

 

Levantei-me as 8h.

Abri a janela e lá fora nevoeiro.

Fiz café.

E panquecas. Com banana e canela.

Sentei-me na sala.

Lá fora, tudo envolto em nevoeiro. Silêncio.

Cá dentro. Silêncio. Conforto do café quente e do cheiro a canela.

 

Só que não.

Isso era o que eu queria.

O despertador tocou as 06h10. Mas fui suspendendo até as 06h45.

Já tarde. Vai de tomar banho à pressa. Preparar marmita. Preparar pequeno almoço. Acordar a miúda. Tomar o pequeno-almoço e sair de casa. Pelo caminho ainda tive que dar de comer a um cão e dois gatos.

 

Chego ao trabalho, e uma paisagem linda de nevoeiro a envolver o local. Penso, quero uma foto. É tão belo, isto é mesmo de apreciar. 

Só que não, outra vez. Já estou em cima da hora. Mexe-te mas é.

 

E é isto. 

Como seguir o "carpe diem"?

 

[A foto não é minha. Não houve tempo para isso. É do google mesmo.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aquilo que eu não aprendi a fazer

por Ana, em 23.01.18

Cresci com os meus avós.

A minha avó Ana, era uma senhora à moda antiga. Muito prendada.

Ela costurava.

Ela cozinhava.

Tratava da casa, como uma verdadeira dona de casa.

Até o lustre às pratas ela dava.

E pois claro, queria que eu aprendesse isso tudo.

A minha avó Ana, também fazia crochet. E quis ensinar-me.

E eu tentei.

Mas nunca consegui.

E costurar?

Também não sei costurar nada. Nem um botãozinho.

Cozinhar, sei.

Limpar a casa também, mas detesto.

Tratar da roupa. Também sei, mas não gosto.

 

De maneiras que a minha avó Ana, deve pôr as mãos ao alto, muitas vezes.

Tanta coisa ela me quis ensinar. E eu não quis aprender. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/4





Comentários recentes

  • Carlos

    Verdade...um quentinho no coração mesmo! Faz tempo...

  • Sonhadora

    Olha, ainda bem que ele acabou tudo, quem saiu a g...

  • Mãe Maria

    ainda bem que ele acabou pq tu entraste naquela es...

  • omeumaiorsonho

    Mas que situação ainda bem que te conseguiste livr...

  • Melhor Amiga Procura-se

    Que partilha tão pessoal e tão intensa... violênci...



subscrever feeds