Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêm a cabeça.

Estes dias...

29.04.20 | Ana

Olá, como estão?

Estive uns dias ausente. Pouco tempo para escrever, já expliquei.

No Instagram é mais rápido, vou fazendo partilhas por lá.

Novidades?

Por aqui, nem por isso.

Quis começar a correr. Já pus o despertador para as 05h45 pelo menos umas três vezes. Mas a miúda acorda sempre a essa hora, e depois já não dá tempo. (O pai sai para trabalhar e eu fico sozinha com elas). 

Mas não me dei por vencida. Resolvi correr no quintal. É chato? É. Mas prefiro isso a fazer treinos em casa. Ao menos consigo sentir o vento, o sol. E acabar com aquela sensação de cara queimada pelo sol.

No fim de semana também resolvi fazer uma caminhada. Pelo campo. Sozinha. Foram 47 minutos, em que só ouvi pássaros, vento e pouco mais. Não imaginam o bem que aquilo me soube.

Esta semana também decidi dar todos os dias uma caminhada com as miúdas. Não saíam de casa há 45 dias. É muito. 30 minutinhos. Faz-lhes bem. E a mim também. Hoje está a chover, vamos ver.

Experiências culinárias: fiz um salame. Não ficou muito jeitoso. O sabor está bom, mas ficou muito pegajoso, agarrado ao papel de alumínio.

Séries: comecei a ver Kalifat. É pá. Aquilo é duro, mas não se consegue deixar de ver. Vi metade num dia. 

Mandei vir bolas de berlim do ChefPanda. Nunca mais quero aquilo cá em casa. É tão bom, mas tão bom. Desapareceu tudo em 24h. Eram 12 bolas de berlim com recheios diversos. Repito: É MESMO BOM.

E estou farta. Muito farta de estar em casa 24h com as miúdas. A pouca paciência que ainda tinha, acho que se evaporou nos últimos dias.

38 dias - diário 7

20.04.20 | Ana

Estamos fechadas há 38 dias. E este fim de semana, pela primeira vez, senti-me a ir abaixo.

Nem é a falta de sol, porque felizmente tenho um grande quintal.

Nem é a falta do que fazer, porque entre as tarefas domésticas, trabalhar e tratar das miúdas, o tempo vai passando.

É mesmo a falta de alternativas.

De estar com outras pessoas.

De ver outras coisas.

Tenho alturas do meu dia, em que já não consigo mais ouvir a voz delas.

Eu sei. Isto não é um sacrifício do outro mundo. E também sei que há quem esteja bem pior. 

Mas não sou invencível, e também tenho os meus momentos.

Entretanto, recuperei.

Ganhei um novo fôlego.

E estou pronta (até ver), para uma nova semana.

 

Algumas notas:

1. Nasceram os primeiros dentes à Marta - logo 2 de uma só vez.

2. A Maria assistiu hoje à primeira aula na telescola e gostou.

3. No meio do meu mau humor de fim de semana, houve "praia" no quintal e "tendas" na sala.

4. Não fiz nenhum bolo este fim de semana, mas fiz scones.

Comentários moderados

18.04.20 | Ana

Nos últimos dias este blog teve um número de visualizações nunca antes visto. Têm sido mesmo muitas.

O que é óptimo.

O destaque que a página blogs do sapo deu ao meu blog, foi fantástico.

É bom saber que tanta gente vem cá ter.

No entanto, ao mesmo tempo que as visitas aumentaram, surgiram também muitos comentários maldosos, apenas com o intuito de ofender.

Os mesmos referiam-se a supostos ertos ortográficos ou gramaticais. Uns certos, outros nem por iso. Agradeço os alertas às correcções ortográficas (erros esses que surgem na maior parte das vezes por não identificação quando releio o que escrevo, do que por desconhecimento). No entanto, a falta de educação com que esses comentários surgem é que é de lamentar.

Assim, a partir de hoje, os comentários aos post serão moderados.

Séries que tenho visto

14.04.20 | Ana

21h30

A minha hora preferida.

Quando (FINALMENTE) estão as duas a dormir, e eu estou só por minha conta.

Tenho visto coisas e tenho algumas coisas para dizer.

1. La Casa de Papel - temporada 3 e 4.

Não gostei. Nem vou dizer mais nada.

2. Unorthodox

Gostei imenso.

Fez-me ver a vida por uma perspectiva diferente.

Uma realidade que desconhecia.

Uma história verídica.

Vejam, é muito boa.

3. Women of the night

Violenta.

Diferente.

Mas muito inquietante. Ficamos presos à história e não conseguimos parar de ver.

4. A incrível história de Madam C.J. Walker

Estou a ver agora.

E estou a gostar muito.

A história do empower feminino de uma mulher negra. Uma história verídica.

 

E vocês, que coisinhas boas têm para me sugerir?

 

 

Panquecas para bebé

08.04.20 | Ana

A Marta tem 9 meses.

Ainda não come ovo. Estou para começar a introduzir mas ainda não o fiz.

Mas queria fazer-lhe algo diferente para o lanche.

Panquecas.

Pesquisei e encontrei.

Com algumas adaptações face ao que encontrei, eu fiz assim:

  • 1 iogurte natural (usei aqueles próprios para bebé, pois é desses que ela come);
  • 1/2 banana;
  • 1 maçã pequena;
  • 4 colheres de sopa de aveia.

Pus tudo na liquidificadora. E fiz na frigideira.

Dá 6 deste tamanho, mais ou menos.

IMG_20200406_155719 (1).jpg

As primeiras três correram mal. Virei antes do tempo. Foram para o lixo.

Eu provei. O sabor é bom. Mas a textura é diferente. Lá está, falta o ovo. Acabei por fazer depois outras para mim e para a Maria.

A Marta?

Dizer que ela gostou é pouco. Até os dedos ela lambia.

Pág. 1/2