Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um novo profeta?

por Ana, em 28.06.18

Miúda: "O Presidente da República é igual a Jesus, mãe"

Eu: ????? Porquê?

Miúda: "Porque quando Jesus acabava de falar e ia embora, também tinha muita gente atrás dele"

 

Eu e pai: 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Actualidade, pelos mais pequenos

por Ana, em 19.06.18

Conversa ontem ao jantar:

"Oh mãe, tu sabias que o chefe do Sporting não deixou os jogadores jogar?"

"Ai é?", digo eu.

"Sim. É verdade. E agora o Sporting já não existe. O Sporting acabou".

 

Pronto. É isto. A telenovela Bruno de Carvalho, já chegou ao pré-escolar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Palavras novas

por Ana, em 08.06.18

Comentário da miúda, quando ouviu na rádio que hoje é o dia dos melhores amigos:

"Oh mãe, hoje vai ser um dia espantástico"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Viver no campo

por Ana, em 28.05.18

No sábado, foi assim:

IMG_20180526_151300.jpg

No Domingo,

IMG_20180527_112503.jpg

E hoje, começamos a semana assim:

IMG_20180528_084740.jpg

(Oferta da senhora do café da aldeia, que disse que tinha lá um peluche muito grande. Eu ainda tentei não aceitar, mas a raça da miúda disse logo que queria e ainda amuou comigo. Lá andei eu com o urso o dia todo no carro. É pequeno, não é?)

Autoria e outros dados (tags, etc)

The Disney Princess

por Ana, em 21.05.18

A miúda já tinha encontrado as semelhanças: a carruagem, o vestido branco comprido.

[Sim, ela viu o casamento real e adorou. Super atenta aos pormenores.]

Depois a minha irmã enviou-me esta imagem.

IMG-20180520-WA0004.jpg

Mostrei-lhe.

E ela, de boca aberta: "é mesmo igual mãe".

E é.

"Eu não sabia que as carruagens existiam de verdade"

 

[A Cinderela é só o filme preferido dela, que ela já viu centenas de vezes]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ideias que mais vale não ter

por Ana, em 11.05.18

Fui mais a minha miúda ao cabeleireiro.

Aquilo que podia ser um programa divertido de mãe e filha, quase se tornou num pesadelo.

 

Quis ser a primeira. Claro.

Toda satisfeita a lavar a cabeça como as senhoras crescidas. Toda ela se ria.

Cortou o cabelo.

A cabeleireira fez-lhe uma trança toda gira.

Linda.

 

Segue-se a mãe.

Começa a tortura.

"Quero sair daqui. Estou cheia de fome"

"Tens que esperar, agora é a mãe."

Inquieta.

A mexer em tudo.

A minha mala a arrastar-se pelo chão.

Dança.

Levanta-se.

Sai da porta.

Ainda só estava a lavar a cabeça e já estava a pensar "que m***** de ideia esta".

 

No final.

Penteado novo para mim. Uma espécie de franja/farripas.

"Não gosto"

"Tira"

"Corta a franja"

"Não quero ir contigo assim"

Birra.

Amuo.

"Não tens vergonha de sair á rua assim?"

Mais birra e mais amuo.

 

Tão bom, hã?

A pessoa sai do cabeleireiro a sentir-se a maior (só que não).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marketing da aldeia

por Ana, em 05.05.18

A miúda foi com a vizinha passear o cão.

Quando voltou, trazia um saco com 3 ovos. Viu pintainhos, galinhas, de outra vizinha.

Trouxe também um recado.

"Diz á mãe que quando quiser comprar ovos, pode vir aqui. Tenho muitos. Vendo. Estes três são para ti". 

 

Isto é ou não é gente com olho para o negócio?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre a realeza...

por Ana, em 24.04.18

Conhecendo o seu fascínio por rainhas e princesas, informamos a miúda.

 

Diz o pai para ela:

"Ontem nasceu um principe em Inglaterra"

 

Resposta:

"Mas a rainha tão velha, teve um bebé?????"

 

[É ou não é uma miúda informada?]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Mãe de menina

por Ana, em 19.04.18

Estou a entrar numa nova fase enquanto mãe de menina.

Quando estava grávida, e ainda não sabia o sexo do bebé, dizia para mim e mesma e a toda a gente que era um menino.

Porquê?

Porque eu queria tanto uma menina, que para não ficar chateada se assim não fosse, comecei logo a mentalizar-me que era um menino.

 

Só soube que era menina na ecografia do último trimestre.

Fiquei SUPER FELIZ.

[É óbvio que se fosse menino, teria ficado igualmente feliz]

Nem sei bem porquê.

Enfim, coisas que não dá para explicar.

Eu até nem sou muito de florzinhas e cor de rosa e coisinhas.

Mas a minha bebé andava sempre toda fofa.

Muitos vestidos.

E sempre "arrumadinha".

 

Mas a minha bebé cresceu.

Tem 5 anos.

E nos últimos tempos, começou a notar-se mesmo que é miúda.

A dar opinião sobre o que veste.

A dar ideias sobre conjuntos.

A adorar lojas que vendem coisas pindéricas.

E...

Penteados.

Ora, eu não tenho jeito para coisas que exigem pormenor.

Logo, eu não tenho jeito para penteados.

 

Ao início desta fase, comecei a ver a "minha vida a andar para trás" e a pensar "eu não vou aguentar isto".

Mas agora, entrei na onda.

E hoje percebi: até á bem pouco tempo, ela era a minha boneca que eu arranjava como queria. Agora ela é uma menina, com vontades e gostos próprios.

Querem saber a verdade? Esta menina miúda, cheia de vontades dá-me muitas dores de cabeça, mas agora que entrei na onda, até acaba por ter muita graça.

Desde que ela se levante cedo e haja tempo para os penteados, aqui a mãe mesmo sem jeitinho nenhum, vai tentando.

E como ela pede sempre foto para conseguir ver como está atrás, mostro-vos algumas.

IMG_20180409_073110.jpgIMG_20180417_072632.jpgIMG_20180418_073110.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Inícios de dia

por Ana, em 11.04.18

Tenho (devo) de sair de casa as 07h30. Se não o fizer, apanho transito logo no começo do caminho.

Com uma miúda de 5 anos, que detesta acordar, não é fácil.

Vai-se gerindo.

 

Hoje, a seguir ao pequeno almoço, reparei que já não tinha cápsulas para a máquina do café.

"Que chatice", pensei.

Entramos no carro as 07h34.

Arrancámos.

As 07h36 estava a passar ao pé do café da aldeia.

Pensei, "Eh pá, vai estar trânsito. A viagem vai ser longa, sem café não vai dar".

Parei o carro.

Saí do carro.

Miúda sai do carro a reclamar [Tem um "excelente" humor matinal].

Lá fomos.

 

"Um café, se faz favor".

Um sorriso do outro lado. Uma alegria enorme por nos ver. A senhora é fantástica.

Mete conversa com a miúda.

Falamos do trânsito. Do tempo. De tudo e de nada.

E a senhora pergunta a miúda. "Oh M... tu queres uma fatia de pão de ló que eu fiz? Toma lá".

O humor matinal da miúda desapareceu.

Eu, compostinha com o meu café.

Lá fomos.

Arranquei as 07h44.

 

À saída da aldeia, vimos um arco-íris.

 

E eu pensei: pode vir o transito.

 

[E veio. E eu fiquei muito irritada também hoje. E discuti muito no carro sozinha. Mas... Podia ter sido pior, não é ]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes

  • Anita

    O melhor do mundo são mesmo os nossos filhos

  • Princesa

    Muitas felicidades!

  • Lady

    Parabéns! O desejo de muitas felicidades para os 4...

  • Patrícia Costa

    Sem dúvida!!!Sinto muitas saudades do cheirinho de...

  • Fatia Mor

    Que lindo! Muitos parabéns pela chegada da cegonha



subscrever feeds