Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

17
Fev17

A aldeia onde eu vivo #06

Ana

Na aldeia sente-se mais o Inverno. Os dias negros, chuvosos, são silenciosos. Não se vê ninguém. Não se ouve nada - só chuva e vento. Assim que a chuva para, surgem grupos de pessoas. À espera de uma trégua na chuva para irem conversar. Tudo é pretexto para dois dedos de conversa. A viver na aldeia, passei a dar outro significado aos dias de sol. Ao sol de Inverno. As casa ficam cheias de luz. Na rua, há sons - vozes, risos de crianças, cães a ladrar para as pessoas que passam. Os estendais ficam cheios de roupa. As portas abertas.

Na aldeia, os dias de chuva são escuros e de solidão.

Na aldeia, os dias de sol vêm cheios de energia e de coisas positivas.

 

3 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Nº de Visitas

contador de visitantes

Também estou aqui

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D