Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A aldeia onde eu vivo #13

por Ana, em 22.08.17

Fiquei sozinha em casa durante dois dias, com o objectivo de me dedicar às limpezas grandes. E o que eu limpei, credo. Viver no campo também é isto. No fim, tudo limpo. Lá fora, sombra e uma brisa. Cão a dormir. Gatos a dormir. Abro as portas e deixo a casa a apanhar ar. Cá fora. Um silêncio, tão bom. Só se ouve galos, galinhas, passarinhos, vento, e o espanta espíritos do pastor. Sentada. Aprecio. E percebo que na correria do dia a dia, ainda nem tinha apreciado isto. Isto é ouro. E compensa todos os contras que vão surgindo. Fecho os olhos. Quase que adormeço. Até o vento começar a soprar com mais força, e as portas a baterem. E os gatos a miarem. E o cão a ladrar. (Só cá falta a miúda a dizer "mãe, quero comer alguma coisa")

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Gorduchita a 22.08.2017 às 17:05

Tão bom apreciar assim o sítio onde vivemos! :)
Sem imagem de perfil

De David Marinho a 22.08.2017 às 17:23

Enjoy!
Imagem de perfil

De Marta Elle a 22.08.2017 às 18:52

Muitas pessoas não gostam de ouvir um galo cantar, mas eu adoro. Aliás, adoro aves.
Tens muita sorte.
Imagem de perfil

De Andreia a 23.08.2017 às 18:43

Também vivo numa aldeia com coisas bonitas para ver lá fora. Estar no meio da natureza é um privilégio e eu acredito que nas pequenas aldeias temos mais noção disso mesmo.
Infelizmente, passamos o dia a correr, a querer mais, querer fazer e ser mais e esquecemo-nos de contemplar o bom da vida.
Mas, sabe tão bem sentir aquela brisa, olhar para o céu e para o horizonte e respirar fundo. Sabe bem sentir que quase engolimos o mundo. E que às vezes o barulho de que precisamos na nossa vida é o do silêncio.
Post tão bonito, este. Beijinhos

Comentar post





Comentários recentes

  • Ana

    Obrigado, Anita. Beijinhos

  • Ana

  • Ana

    Sim, felizmente. Obrigado, beijinhos.

  • Ana

    Obrigado,

  • Ana

    Obrigado,