Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

10
Ago16

Balanço [... ou desabafos]

Ana

Há um ano atrás, eu não estava bem. Passei por várias situações difíceis, que numa escalada em bola de neve, me levaram a uma situação muito desconfortável.

O que é certo, é que agora, passado um ano, e com muito esforço, estou num “ponto” completamente diferente.

Pelo meio: obstáculos (muitos), amigos (que mesmo eu contando pouco, sentiam tudo) e familiares (que ajudaram muito na gestão do dia a dia). Também é certo, que algumas pessoas, que julgava como certas na minha vida, ficaram pelo caminho. E também houve quem fizesse questão de me “mandar” mais para baixo.

A vida é engraçada, diz-se muito. Mas é realmente uma boa de neve. Quando as coisas estão mal, vão-se pegando umas as outras, e tudo vem por aí abaixo a correr mal. Quando começas a lutar pelo bom, quando começas a escolher na tua vida só as coisas e pessoas que te fazem bem, quando deixas de focar no problema e começas a viver a vida, aí a bola de neve começa a funcionar em sentido positivo.

Hoje, estou muito melhor. A minha vida mudou muito. A previsão do meu signo para o ano de 2015 (que foi um ano de grande treta), dizia para me reaproximar de amigos de longa data, pois estaria aí a solução. Achei uma treta, claro está. Mas eis que, de repente (já no último trimestre do ano), o pontapé para a mudança veio mesmo daí, de alguém que estava longe, e afinal tão perto.

Ainda não mudei tudo o que quero mudar. O caminho ainda vai a meio. Mas a escuridão que existia antes começou a aclarar cada vez mais. Acima de tudo, estou bem comigo própria, com a minha cabeça, com as minhas opções, confiante em mim. O que me deixa feliz e mais capaz de avançar positivamente.

Pelo caminho, foi-se fazendo limpezas, desintoxicação de pessoas, hábitos, rotinas, situações…

Como gostaria de estar, ainda não estou. Mas certamente já não estou como detestei estar.

 

1 comentário

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Nº de Visitas

contador de visitantes

Também estou aqui

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D