Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

13
Out17

Momentos e Experiências

Ana

mo·men·to

substantivo masculino

  1. Espaço pequeníssimo (mas indeterminado) de tempo.
  2. Curta duração.
  3. Lance, ocasião.
  4. Ocasião oportuna.
  5. [Mecânica] Produto de um braço de alavanca pelo peso que se lhe aplica perpendicularmente.
  6. Produto de uma força por uma distância qualquer.
  7. Produto da massa pela quantidade de movimento.

adjetivo

  1. Que faz momices.

"momento", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, 

 

ex·pe·ri·ên·ci·a |eis| ou |es|

(latim experientia, -ae, ensaio, prova, tentativa)

substantivo feminino

  1. .Ato de experimentar.
  2. Ensaio.
  3. Tentativa.
  4. Conhecimento adquirido por prática, estudos, observação, etc.; experimentação.

homem de experiência

  • Homem conhecedor das coisas da vida.

"experiência", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013,

 

A vida é feita de momentos.

Somos marcados por momentos.

As nossas memórias, estão cheias de momentos. Bons ou maus. Mas momentos. Que nos marcaram. Que nos tocaram. Que nos deixaram algo. Só esses é que ficam.

A nossa vida é um sucedâneo de momentos. Em nenhum, é possível fazer rewind. O que está feito, feito está. O que se viveu, não é possível viver outra vez. Apenas relembrar. Recordar aqueles momentos.

 

E experiências.

A vida é vivida por experiências.

Umas boas. Outras más. Mas experiências.

Umas marcam. Essas nós arrumamos no campo das memórias, nos momentos.

Outras, nem por isso. Ficam na mente a vaguear, e costumam desaparecer.

 

Nós somos o quê?

Aquilo que somos num dado momento?

Ou

O somatório daquilo que acumulamos com as nossas experiências?

Sei que todos (ou quase todos) apontam para a segunda hipótese.

No entanto, é muitas vezes aquilo que somos num dado momento que fica como sendo nós. [E nem estou a falar das primeiras impressões].

Às vezes um momento, é tudo quanto baste para apagar da mente todas as experiências que se tem com aquela pessoa. Quer num sentido positivo, como negativo.

 

Por isso pergunto, o que é mais forte: o momento ou a experiência?



1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Sobre mim

foto do autor

Blogs de Portugal

Também estou aqui

E aqui

Strava

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D