Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

04
Mai18

Saudades

Ana

Semana 18: Sinto saudades…

 

Aviso 1: Só sinto saudades de coisas boas, que ficaram cá guardadas nas minhas memórias.

Aviso 2: Este post vai ser lamechas.

 

Sinto saudades das festinhas da minha avó. Das almôndegas, do empadão, das lulas com arroz de manteiga. Do bolo mármore. Dos pequenos almoços levados à cama. Dos lanches no café com as vizinhas. Das histórias que ela contava do tempo em que era nova. De a ver arranjar-se sempre que ia a Lisboa.

Sinto saudades de encostar o meu rosto no colo do meu avô quando jogava às escondidas com os meus irmãos. Dos gelados que ele nos dava. De ir comer caracóis ao Alves com ele e os meus irmãos e partilhar uma lata de sumol de laranja entre os três. Sinto saudades da voz do meu avô.

Sinto saudades de brincar à apanhada na rua. De jogar jogos de tabuleiro nas escadas dos prédios lá da rua. Da casinha de bonecas que existia no jardim da quinta da Rita.

Das férias na Aroeira, com a minha melhor amiga Carla. Dos fins de semana que passávamos juntas em casa dela. De brincar com ela em minha casa, experimentando a maquilhagem toda da minha mãe.

Sinto saudades de ir à jantar à Feira Popular com os colegas da Secundária. Sinto saudades dos fins de semana prolongados em Viana do Castelo - com o Paulo, a Mónica, o Ricardo, a Carina, a Sara, a Boleo, o Alexandre, e outros que as vezes se juntavam. Sinto saudades das tardes em que íamos todos ao cinema às Amoreiras. E passávamos lá a tarde. De subir a pé até lá acima. E voltar para casa no 101. Sinto saudades de quando íamos todos a pé para a escola, parando à vez em cada sitio e ver chegar mais um: primeiro a Sandra, depois o Jorge e o Hugo, o Dani e o Luis, depois a Susana e as vezes o Alexandre, e depois o Ricardo.

Sinto saudades das vizinhas lá do pátio.

Sinto saudades das filas intermináveis para entrar nas piscinas e lá passar o dia.

Sinto saudades das idas com os avós a Viseu.

Sinto saudades dos tempos em que julgava que aqueles amigos eram para a vida toda.

Sinto saudades do tempo em que eu era apenas eu.

Sinto saudades dos pequenos almoços em Belém com as colegas da faculdade: a Sílvia e a Ana.

Sinto saudades dos dias em que comecei a namorar com o meu marido. Das borboletas que tudo aquilo me dava. Sinto saudades de percorrer Paris de uma ponta a outra com ele. De festejar nas ruas de Paris, os dois, a passagem de ano.

Sinto saudades de ver a minha menina pequenina. Do cheiro de bebé dela.

 

Sinto saudades do tudo o que me fez bem.

 

 

 

 

11 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Nº de Visitas

contador de visitantes

Também estou aqui

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D