Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2017

por Ana, em 28.12.17

Coisas que eu quis fazer em 2017 e fiz...

Ler 6 livros. Até li mais. Li 10.

Organizar mais actividades para fazer com a miúda. Fiz e fiz muitas. Ano cheio.

Comprar um móvel para a sala.

Organizar contas. O que estava previsto para este ano, foi feito.

 

Coisas que eu gostava de ter feito em 2017, mas não fiz…

… e portanto vamos a ver se faço em 2018.

Resolver umas “quezílias” pendentes.

Chegar aos 55 quilos.

Ter um vínculo laboral mais “seguro”.

Ficar mais vezes de boca fechada [Não no que diz respeito à comida, mas falar mesmo]

 

Coisas que eu nunca imaginei fazer em 2017...

... e fiz. 

Correr uma meia maratona. 

Receber um convite para ser madrinha.  

Ter tantos seguidores do blog. 

 

E durante o ano de 2017 aconteceu algo que nunca imaginei que fosse acontecer. Uma perda. De forma violenta e avassaladora. Nunca cheguei a falar nisto no blog e também não o vou fazer. Apenas a menção que há coisas que nos agitam, adormecem, rebentam, revoltam, angustiam, apaziguam, questionam. Tudo ao mesmo tempo. São estas coisas que nos metem de pernas para o ar, e depois direitas outra vez, que nos "metem" no nosso lugar.

 

2017 não foi nem o melhor nem o pior de todos os outros anos. Foi um ano de MUDANÇA. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

2017 em livros

por Ana, em 22.12.17

Este foi um ano de leituras.

Consegui finalmente encontrar tempo e paz de espírito para voltar ao meu "passatempo" preferido: leitura.

Ler é para mim muito mais fascinante que ver um filme.

Com a leitura consigo por a minha imaginação a trabalhar.

Um livro dura mais que 2h (tempo de um filme).

E as personagens "vão comigo" para onde eu fôr.

Muitas vezes, ao longo do meu dia, dou por mim a pensar no livro que estou a ler.

E fico desejosa que chegue o MEU momento de final do dia, para voltar ao livro.

Li ao todo 10 livros, mas um ainda não completei a leitura.

Foram estes:

1 - "Diário de uma dona de casa desesperada", Sue Kaufman

2 - "Um dia: vinte anos duas pessoas", David Nicholls

3 - "O 3º gémeo", Ken Follet

4 - "A Rapariga do Comboio", Paula Hawkins

5 - "A ameaça", Ken Follet

6 - "Viver sem ti", Jojo Moyes

7 - "Persuasão", Jane Austen (este foi o que ficou imcompleto)

8 - "Uma questão de atracção", David Nicholls

9 - "Contagem descrescente", Ken Follet

10 - "Objectos Cortantes", Gillian Flyn

Gostei de todos.

Uns mais preferidos que outros: "A Rapariga do Comboio" e "Um dia: vinte anos duas pessoas".

Autoria e outros dados (tags, etc)

2017 - Um ano a correr

por Ana, em 19.12.17

70 h a correr.

587 km.

 

 

 

2017, foi o ano em que corri.

Corri. 

Corri mesmo, no exato sentido da palavra.

Se alguma vez eu no dia 01 de janeiro de 2017 pensei que durante este ano fosse correr 21 km. Nunca.

Tudo começou no ano de 2016. 

Quando percebi que o único horário disponível para fazer exercício físico seria de manhã, antes de começar as rotinas diárias com a família.

Comecei por caminhar. Mas o frio era tanto, que comecei a correr.

Parei.

Desmotivei-me.

O percurso maior que devo ter feito foram cerca de 2 ou 3 km.

No final de 2016, mudei de zona de residência. Fui viver para o campo.

Em Fevereiro deste ano, voltei a correr.

Primeiro caminhar.

Depois correr.

Este ano não me desmotivei.

Antes pelo contrário.

Motivei-me.

Desafiei-me.

As paisagens são bonitas.

Há silêncio.

Ver o sol nascer enquanto corro.

Ver o por do sol enquanto corro.

Comecei a acordar as 6h30.

Dei por mim a acordar as 04h50.

Comecei a fazer percursos de 2 km.

Consegui fazer um percurso de 21 km.

De noite e de dia.

Com sol e com chuva.

Com frio e com calor.

Corri.

Este ano foi de uma grande transformação para mim.

A prova de que sou muito mais do que aquilo que imagino.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes

  • Ana

    Obrigado, Anita. Beijinhos

  • Ana

  • Ana

    Sim, felizmente. Obrigado, beijinhos.

  • Ana

    Obrigado,

  • Ana

    Obrigado,



subscrever feeds