Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

Cá coisas minhas

Este é o meu blog. Onde falo sobre múltiplas coisas. As coisas que me vêem a cabeça.

04
Mai18

Saudades

Ana

Semana 18: Sinto saudades…

 

Aviso 1: Só sinto saudades de coisas boas, que ficaram cá guardadas nas minhas memórias.

Aviso 2: Este post vai ser lamechas.

 

Sinto saudades das festinhas da minha avó. Das almôndegas, do empadão, das lulas com arroz de manteiga. Do bolo mármore. Dos pequenos almoços levados à cama. Dos lanches no café com as vizinhas. Das histórias que ela contava do tempo em que era nova. De a ver arranjar-se sempre que ia a Lisboa.

Sinto saudades de encostar o meu rosto no colo do meu avô quando jogava às escondidas com os meus irmãos. Dos gelados que ele nos dava. De ir comer caracóis ao Alves com ele e os meus irmãos e partilhar uma lata de sumol de laranja entre os três. Sinto saudades da voz do meu avô.

Sinto saudades de brincar à apanhada na rua. De jogar jogos de tabuleiro nas escadas dos prédios lá da rua. Da casinha de bonecas que existia no jardim da quinta da Rita.

Das férias na Aroeira, com a minha melhor amiga Carla. Dos fins de semana que passávamos juntas em casa dela. De brincar com ela em minha casa, experimentando a maquilhagem toda da minha mãe.

Sinto saudades de ir à jantar à Feira Popular com os colegas da Secundária. Sinto saudades dos fins de semana prolongados em Viana do Castelo - com o Paulo, a Mónica, o Ricardo, a Carina, a Sara, a Boleo, o Alexandre, e outros que as vezes se juntavam. Sinto saudades das tardes em que íamos todos ao cinema às Amoreiras. E passávamos lá a tarde. De subir a pé até lá acima. E voltar para casa no 101. Sinto saudades de quando íamos todos a pé para a escola, parando à vez em cada sitio e ver chegar mais um: primeiro a Sandra, depois o Jorge e o Hugo, o Dani e o Luis, depois a Susana e as vezes o Alexandre, e depois o Ricardo.

Sinto saudades das vizinhas lá do pátio.

Sinto saudades das filas intermináveis para entrar nas piscinas e lá passar o dia.

Sinto saudades das idas com os avós a Viseu.

Sinto saudades dos tempos em que julgava que aqueles amigos eram para a vida toda.

Sinto saudades do tempo em que eu era apenas eu.

Sinto saudades dos pequenos almoços em Belém com as colegas da faculdade: a Sílvia e a Ana.

Sinto saudades dos dias em que comecei a namorar com o meu marido. Das borboletas que tudo aquilo me dava. Sinto saudades de percorrer Paris de uma ponta a outra com ele. De festejar nas ruas de Paris, os dois, a passagem de ano.

Sinto saudades de ver a minha menina pequenina. Do cheiro de bebé dela.

 

Sinto saudades do tudo o que me fez bem.

 

 

 

 

05
Abr18

Séries que eu tenho visto

Ana

Pois que durante estes dias, vi duas MUITO BOAS.

The Crown.

 1.jfif

Esta sobre a Rainha da Inglaterra.

Actores tão bons, que até parece que a história é a de eles próprios.

A história, tão bem contada.

Muito bom, mesmo. Recomendo.

 

La Casa de Papel.

2.jfif

Esta é de loucos.

Já me tinha apercebido da "euforia" que andava a volta dela. Todos viam. Todos falavam.

Mas a mim não me estava a "puxar".

Até que vi o primeiro episódio. Vi o início. Adormeci. Acordei perto do fim e fiquei banzada. Uauuuuu. Isto é do caneco.

Fui dormir e no dia seguinte, vi novamente o primeiro e uma série deles a seguir. 

É viciante.

Mirabolante.

 

Sugestões para outras, têm?

30
Jan18

Para ficar com água na boca

Ana

Esta semana venho falar-vos de coisas que gosto muito.

De comer, claro está.

 

No top da minha lista de alimentos preferidos está o CHOCOLATE.

ADORO.

Qualquer coisa que tenha chocolate, torna-se irresistível.

E se for quente... Hummmm... Ui, ui...

É croissant com chocolate.

É crepes com chocolate.

É bolo de chocolate.

Bolo de cenoura com cobertura de chocolate.

Chocolate. Amargo. Doce. Simples. Crunch. Com caramelo.

Já perceberam, não é?

 

Depois, outra comidinha que gosto muito muito.

Bacalhau com natas.

Gosto muito mesmo.

E o meu preferido, é mesmo o meu.

 

Saindo do campo dos preferidos, e indo para as coisas que também gosto muito de comer.

Massas. Esparguete à Carbonara.

Lasanha.

Raviolis.

Pizzas.

 

E para finalizar, há sim uns docinhos regionais que eu gosto muito. 

A saber: Ouriços da Ericeira, Travesseiros de Sintra, Trouxas da Malveira.

 

[E fiquemos por aqui, porque a "baba" já vai escorrendo]

10
Jan18

Mariza | Melhor de Mim

Ana

 

Esta música surgiu numa altura da minha vida dificílima.

Um ano terrível.

Quando a ouvi a primeira vez, pensei "isto é para mim, só pode".

Cada vez que a ouvia, ficava toda arrepiada. Muitas vezes, chorava.

A verdade é que surpreendentemente luzes de que tudo ia melhorar começaram a surgir.

E apareceram.

E tudo melhorou.

Lembro-me de um dia decisivo. Um dia cuja decisão que sairia dele, iria finalmente mudar tudo para melhor. Nesse dia, nesse momento, quando iniciei a espera, entrei no carro e esta música estava a tocar. Ouvi "sei que o melhor de mim está para chegar", e estava mesmo. Começou a chegar naquele dia. E todos os dias vai se instalando mais.

 

É um hino. Uma música poderosíssima. E apesar de hoje já não ter o mesmo impacto em mim, continua a ser uma das minhas preferidas de sempre.

 

03
Jan18

Dica para melhorar o dia

Ana

Para aqueles dias em que tudo parece estar a correr mal, uma sugestão.

Parem tudo o que estão a fazer.

Vão para um sítio onde possam estar sós e à vontade.

Ponham esta música alta.

E dancem. Dancem. Dancem.

 

 

Ou quando estão felizes.

Cheios de energia. Façam o mesmo. Música alta e dancem. Dancem.

Sem controlo de movimentos.

Excelente forma de exorcizar coisinhas chatinhas e/ou manter a alegria no auge.

 

[Também funciona no carro, quando estão a conduzir. Mas aí só com movimentos de braços e mais controlados.]

 

13
Dez17

Arco-íris

Ana

Hoje vimos um arco-íris.

Banalidade?!

Nem por isso.

Porque hoje vimos o arco-íris todo.

Do princípio ao fim.

A cara da miúda a dizer "uaauuuuuu" foi deliciosa.

Ela já tinha visto um arco-íris? Sim.

Mas nunca o tinha visto completo.

Lá está, mais um dos privilégios de viver no campo, onde não há prédio a "estragar" a vista.

 

Cada vez que vejo um arco-íris penso: "este dia tem tudo para correr bem".

Vamos a isso.

 

arco-iris.jpg

 [Não foi este. Vínha a conduzir, não deu para tirar foto. Mas foi algo semelhante a isto]

 

Era mesmo disto que o meu Dezembro estava a precisar. 

10
Dez17

Adoro isto.

Ana

Adoro isto.

Escrever.

Escrever no blog.

Gosto desta forma de me exprimir.

Gosto de pensar numa ideia. E escrever sobre ela.

Escrever, para mim, sempre foi uma forma de pensar.

Coisas parvas que às vezes me vêem à cabeça.

Lembranças que recordo, e que fico com vontade de as reviver pela escrita.

Episódios que vou vivendo.

Palavras que nunca chego a dizer.

Por aqui, vou escrevendo a minha história.

Adoro isto.

25
Nov17

Passado no Presente

Ana

Procuramos sempre aquilo que nos faz feliz. Temos, na nossa história, as nossas memórias. Um cheiro que nos recorda algo, faz-me inspirar bem forte. Viver um hábito de alguém que nos fez tão feliz, relembra-me de quem sou. Cozinhar um prato que alguém fazia na perfeição, enche-me de saudade boa. Saber que esse prato vai fazer a minha miúda feliz, deixa-me tranquila e cheia de amor.

Sobre mim

foto do autor

Nº de Visitas

contador de visitantes

Também estou aqui

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D