Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O dia amanheceu escuro.

De manhã, até choveu.

E eu pensei "pode manter-se assim, fica mais fresquinho".

Mas à tarde, o sol apareceu.

O calor instalou-se.

No entanto, a corrida começou as 17h.

O calor não foi de todo o meu maior problema.

 

Cheguei a São João das Lampas por volta das 16h.

Já estava muito gente, mas ainda havia sítio para estacionar.

Os parques para deixar o carro estavam todos sinalizados.

Boa organização.

Deixei o meu logo no primeiro parque, para despachar o assunto.

E lá fui eu.

Ainda me lembrei de ir para a fila do WC a tempo. Não estava ainda muita gente.

As 16h40 comecei a fazer exercícios de aquecimento.

Quando começou a contagem decrescente, toda eu era ânimo.

 

17h00. Partida.

Muita gente a gritar palavras de encorajamento.

E lá fui eu.

Até ao km 6, toda feliz e contente.

Abrandei na primeira subida, mas ainda estava fresca e consegui subir toda a correr.

Ainda ultrapassei alguns, que nesta primeira subida já estavam a caminhar.

Depois uma grande descida.

Muito bom.

Um senhor a tirar fotografias a quem eu disse "tire sempre fotos nas descidas".

 

E cheguei ao km 6.

A maior subida de todas.

E começou o horror.

Corri metade.

Subi o restante a caminhar.

 

Chega um senhor ao pé de mim, com 75 anos.

Acompanhou-me durante alguns kms.

Confundiu-me com a sua irmã (disse-me ele). ["Estou mesmo com bom aspecto", pensei eu]

Contou-me que a primeira vez que correu aquela prova foi em 1988.

E todos os anos lá ia ele.

Teve que parar há 4 anos. Teve leucemia.

Voltou a correr na semana anterior.

E foi fazer a prova, mesmo sem se inscrever. "Para ver o que ainda aguento", disse-me ele.

Ele parava para conversar com as pessoas.

Sempre bem disposto. 75 anos, repito. E bem mais animado do que eu.

Um boost de boa disposição para mim. Veio mesmo a calhar.

As tantas perdi-o.

 

Muitas pessoas a assistir a prova, em todas as aldeias.

Incentivando.

Brincando.

Cheguei a ver mangueiras ligadas para a rua, para quem se quisesse refrescar.

 

Depois de conseguir recuperar da primeira grande subida, ao km 10 aparece outra.

Lá fui eu, caminhando e correndo.

 

Em "sofrimento" até ao km 13.

Aqui dá uma vontade de largar tudo.

Porque aos 13 km, passamos pela meta, onde quem se inscreveu apenas nos 13 km, termina ali.

Não desisti.

Mas vi muitos a avançar e depois a desistir.

A partir daí, menos gente.

Quer a correr, quer a assistir.

Torna-se mais duro.

 

Ao km 15 outra subida de fugir.

As forças a desaparecerem.

 

Ao km 17 mais uma subida bem longa.

 

Foi a partir do km 19, que começamos a descer.

As pernas já pesavam. Muito.

Mas a partir daí, foi sempre a correr até a meta.

Meta onde cheguei a chorar.

Uma senhora deu-me uma rosa.

Vejo o meu marido e a minha filha, a minha espera.

Emoção.

Aflição.

Alívio.

Tudo junto.

Foi horrível.

E foi tão bom.

 

02h22. 21 km.

O meu pior tempo de sempre.

A certeza, durante a prova, que não estava preparada para aquilo.

Não fiquei em último. O último fez em 02h38.

Mas eu queria pelo menos fazer abaixo das 02h15.

Não foi possível.

Pensei várias vezes "pronto, fazes hoje e nunca mais para aqui vens".

Agora digo "talvez ainda volte".

 

Estarei na meia maratona dos descobrimentos.

Isso está decidido.

Tenho que conseguir fazer um melhor tempo.

 

Durante  02h22, esforcei-me ao máximo por mim.

Senti cada km corrido, como uma prova de superação.

A certeza de que, se depender de mim, está feito.

Isto faz-me bem.

Dá-me força.

Uma força que eu nem imaginava que tinha.

Foi a corrida mais difícil que já corri.

Mas foi também a melhor corrida que já corri.

O ambiente é excelente.

As pessoas a assistirem.

As conversas entre os corredores. A incentivarmos uns aos outros.

Pensava eu que sendo uma prova tão difícil, só os grandes atletas a faziam.

Enganei-me.

Muita gente "amadora" como eu.

Uma experiência única, que tenho a certeza NUNCA IREI ESQUECER.

 

O ano passado inscrevi-me, mas acabei por não ir.

Fiquei muito zangada comigo.

 

Este ano, treinei.

Mas também sei que se quiser fazer melhor, tenho que treinar mais.

Vamos ver como será daqui para a frente.

 

Fui porque quis.

Voltarei, se me apetecer.

Esta já ninguém me tira.

 

[E as dores que aqui estão, também não. ]

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já está

por Ana, em 08.09.18

Foi duro.

Dificil.

Desafiador.

Mas cheguei ao fim.

Meia maratona concluída.

Terminei em lágrimas.

Nem sei se de emoção ou se de aflição.

Depois conto pormenores.

Agora, ainda não consigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Falta uma semana...

por Ana, em 31.08.18

... para a meia maratona.

É no dia 8 de Setembro.

 

Fui mais assídua nos meus treinos durante o mês de Agosto.

A semana passada consegui correr muito a um ritmo confortável.

 

No sábado passado fiz o meu último treino longo: 18 km a um ritmo de 6:14 / km.

Não foi de todo o ritmo que eu desejava. Mas foi o possível. As rampas "abrandam-me" muito.

No entanto, fui buscar o mesmo percurso feito em Novembro do ano passado e fiquei muitíssimo satisfeita com a evolução. Estou muito mais rápida.

20180825_205018-COLLAGE.jpg

Lado esquerdo: Agosto, 2018 | Lado direito: Novembro 2017

 

Entrei esta semana na fase de abrandamento.

Treinos mais curtos, mas mais rápidos.

Sempre abaixo dos 6:00 / km

[Ontem consegui fazer um km a um ritmo de 5:36 e outro a 5:30. Tão bom] 

 

Falta pouco. Mas estou nervosa. É um percurso muito duro.

Objetivos:

1º chegar ao fim

2º chegar ao fim antes de 2h30

3º chegar ao fim em menos de 02h10. [Se atingisse este último, acho que ficava MALUCA].

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Semanas" de treino: Eis o relato.

por Ana, em 20.08.18

Deixei de fazer o relato semanal dos meus treinos, porque me tem faltado vontade de escrever.

No entanto, continuam.

Cumpridora do plano, não tenho sido.

Há muito que já estou a fazer outro plano dentro do plano.

Tenho corrido mais dentro daquilo que me apetece, do que propriamente o plano "manda".

 

De qualquer das formas, os objetivos estão a ser atingidos.

Este mês tem sido assim:

02/08 - 5,0 km a um ritmo de 6:34 /km

04/08 - 5,3 km a um ritmo de 6:05 /km

07/08 - 6,1 km a um rimo de 6:12 /km

09/08 - 5,0 km a um ritmo de 5:51 /km

Finalmente, abaixo dos 6:00. Isto deu-me a motivação que estava a faltar.

12/08 - 10,1 km a um rimo de 6:12 /km

Primeiros 5 km sempre a subir e restantes a descer. A um ritmo mais lento, mesmo assim fiquei satisfeita, uma vez que fiz vários km a baixo dos 6:00.

15/08 - 12,11 km a um ritmo de 6:01 /km

Este treino deixou-me mesmo mesmo motivada. Nota-se evolução. Muitas subidas. Mas também descidas, permitindo a recuperação de ritmo. Além disso, o sol estava "escondido", o que também ajudou e muito.

18/08 - 16,0 km a um ritmo de 6:22 /km

Foi este sábado. Foi penoso. Muitas subidas. Muito calor. A água que levei comigo acabou. Tive dores durante a corrida, que me fizeram parar, coisa que nunca me tinha acontecido. Foi mesmo penoso. No entanto, foi o que me tinha proposto e cumpri. Apesar do ritmo ser lento, foram grande parte dos km abaixo ou muito perto dos 6:00. Os mais lentos, foram aqueles em que, ou pelas rampas muito inclinadas, ou pelo calor no final, acabei por fazer a andar e a correr.

 

Resultado, mal consegui dormir as duas últimas noites.

Motivo? Dores nas pernas. Mas umas dores como nunca tinha tido. Não é uma dor localizada. Não são são aquelas dores que sentimos quando nos levantamos ou descemos escadas.

É uma dor generalizada, como se me tivessem a dor muitas pancadas nas pernas.

É nisto que preciso de melhorar.

O que posso fazer para ajudar a recuperação?

Sou amadora. Corro sozinha. Não tomo aquelas proteínas pré e pós-treino. Não tomo nenhum gel durante a corrida.

Mas se calhar, devia. Não sei.

O que tenho é muita atenção a alimentação - tanto antes como depois. Já sei o que devo comer antes da corrida, para que a corrida corra melhor (sem dores de barriga, nem sensação que vou vomitar tudo). E no dia a dia, incluí mais alimentos que sei me ajudam a estar melhor com o meu corpo.

Se alguém tiver dicas ou conselhos para me dar, são bem vindos.

 

E é isto. É isto que tem sido as minhas corridas.

 

Faltam 3 semanas para a meia maratona.

É sem dúvida uma meia maratona dura e que me vai "deixar marcas".

Só espero conseguir levá-la até ao fim. É o meu objetivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Semana da recuperação

por Ana, em 02.07.18

Esta semana foi cumprida a 75%.

Dos 4 treinos previstos, fiz 3.

Falhei ontem, no domingo.

Acordei tarde. Afazeres domésticos ocuparam-me a manhã toda.

À tarde, faltou a vontade. [Como sempre, o ideal para mim é de manhã].

 

De qualquer das maneiras o balanço é positivo.

 

O plano era:

3ª feira, 5 km a 7:59.

4ª feira, 8 km entre 6:21 e 6:00

6ª feira, 5 km a 7:59

Domingo, 8 km entre 6:21 e 6:00

 

E o que aconteceu foi isto.

1.jpg2.jpg3.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tudo feito

por Ana, em 25.06.18

A semana que passou, foi cumprida.

Dura.

Com calor, mesmo as 06h00.

Organizei-me.

Comprometi-me comigo mesma.

E consegui.

 

O plano era:

2ª feira: descanso

3ª feira: 5km, a um ritmo de 7:59 min/km

4ª feira: 8km, a um ritmo entre 6:00 e 6:22 min/km

5ª feira: descanso

6ª feira: 8km, a um ritmo entre 6:00 e 6:22 min/km

Sábado: descanso

Domingo: 12 km, a um ritmo entre 6:50 e 7:22 min/km

 

E o que aconteceu, foi isto:

temporary_file338719683.jpgtemporary_file1037574017.jpgtemporary_file1982550119.jpgtemporary_file906727687.jpg

Os que me custaram mais foram o de 4ª feira e Domingo.

O primeiro, porque na 3ª feira trabalhei até tarde e não consegui ir para a cama cedo. Uma vez que corro logo de manhã, passei o dia todo de 4ª feira a sentir-me doente - dorida, mole, com sono e mal disposta. 

O segundo, não só porque foi o mais longo, mas também porque foi o mais "sofrido". Muitas rampas, e bem compridas. Á tarde, fui á praia. Tomei banho no mar (coisa que já não fazia a imenso tempo - água fria, não é para mim). E ao final do dia, depois do segundo banho de chuveiro, estava mole e dormi muito bem. As dores já foram embora.

 

[Com isto tudo, este mês já corri 87km]

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Semana da desculpa

por Ana, em 18.06.18

Depois de uma semana bem intensa, super cumprida, eis que chegou a semana da desculpa.

Dos 4 treinos previstos, só aconteceu 1.

Foi na 4ª feira. 8 km, a um ritmo de 5:59. Pelo menos, foi o único mas foi em bom.

Vamos lá ao relato (das desculpas).

 

Na 3ª feira, era para ter sido 5 km, mas não me consegui levantar cedo. Estava rota, pois tive uma 2ª feira agitada. Ainda pensei ir ao final do dia, mas depois ao final do dia não me apeteceu.

Na 4ª feira, foi feriado e por isso não foi precisei ir correr muito cedo. Cumprido. E fiquei super satisfeita com a velocidade média.

Na 5ª feira, foi dia de descanso.

Na 6ª feira, era para ter sido 8 km, mas a preguiça falou mais alto na hora de sair da cama. 

No Sábado, estava uma ventania enorme lá para os meus lados (e em todo o lado, julgo), pelo que arranjei mais essa desculpa.

E no Domingo, estavam previstos 12 km, mas... Acordei as 10h. Já estava muito calor para me meter nesses trabalhos.

 

E foi assim. Podia não ter vindo cá dar-vos conta do meu falhanço. Mas vim na mesma.

Esta semana tenho que voltar a entrar na linha. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Semana dolorosa mas cumprida

por Ana, em 11.06.18

E cá estou eu para vos fazer o relato da semana que passou.

Conforme referi a semana passada, inscrevi-me numa meia maratona em setembro. E para não perder o foco, todas as semanas, faço-vos um relato dos meus treinos da semana anterior.

Esta semana portei-me bem, e fiz todos os treinos previstos.

Cá vai:

 

3ª feira, 5 km - cumprido a um ritmo de 6:22. Depois do despertador tocar, ainda dei mais uma volta na cama, ponderando ficar a dormir. Mas depois ganhei juízo e lá consegui. Estava frio, mas o dia já tinha nascido totalmente. As pernas continuam a resistir um bocado e ainda penso com alguma frequência "mas isto nunca mais acaba".

 

4ª feira, 8 km - cumprido (8,15 km) a um ritmo de 6:19. Dormi mal. O alarme estava ligado para as 05h10. Acordei ainda não eram 05h00. Deixei-me estar deitada, já irritada e a inventar desculpas. O alarme tocou as 05h10, as 05h15, as 05h20. Levantei-me, a pensar "se estiver a chover volto para a cama". Não estava. Equipei-me. Comi meia banana e saí. Espanto total: estava a chover. "Eh pá, agora já estou pronta." E lá fui. Molhei-me toda. E muito vento. Durante várias vezes pensei que iria fazer menos que os 8 km. Primeiro, por causa da chuva (pensei em encurtar o caminho). Depois, quando estava a fazer o percurso para trás e a pensar nas últimas subidas, pensei várias vezes "faço-as a caminhar". Mas não, fiz tudo a correr. Cheguei ao fim satisfeita.

 

5ª feira, descanso - cumprido. E que bem que me soube. Custou a adormecer (corpo moído = dores = dificuldade em adormecer). Mas depois, dormi como uma pedra. Só acordei quando o despertador tocou. E o corpo recuperou. "Foram-se" as dores.

 

6ª feira, 8 km - cumprido (8,07 km), a um ritmo de 6:32. Dolorosos. Mas cumprido. Apanhei chuvinha só no fim. Apesar do ritmo ter sido lento, foi dentro do tempo previsto para o treino, e cheguei ao fim com o sentimento de dever cumprido. No final do dia, estava bem aflitinha de dores. Pernas, pés. Precisei de massagem.

 

Sábado, descanso - cumprido. Recuperação.

 

Domingo, 12 km - cumprido (12,2 km), a um ritmo de 6:14. Espectacular. Alguns km a correr abaixo dos 6:00. Cheguei ao fim, mesmo bem. Calma. Parece que descarreguei todo o stress que tinha em mim. Tomei banho nas calmas. Andei toda a tarde mole e com sono. Mesmo mesmo bem. Ao final do dia, estava cheia de dores e cheia de sono. Pensei até que não ia conseguir dormir, mas dormi.

 

Foi fácil? Não. Mas apesar de algumas contrariedades, consegui ultrapassá-las e cumprir.

Venha mais uma.

[Hoje é dia de descanso]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pois que voltei a inscrever-me na meia maratona lá da terra.

O ano passado, inscrevi-me e depois acabei por não ir.

Este ano vai ter que ser.

E estou a escrever para o assumir como compromisso.

 

Já iniciei um novo plano, na aplicação my asics e desta vai ter que ser.

E vocês dizem: "Claro que sim, já o fizeste."

Pois mas há aqui outros factores:

a) A prova é em Setembro. O que implica treinar no verão. E no verão, o corpo fica mole. "Mas é de dia, quanto te levantas". Pois é. Mas como começa a haver menos trânsito, posso sair de casa mais tarde e a cama começa a chamar mais por mim. "Desculpas". Pois são. E eu tenho que as contrariar.

 

b) A prova é difícil como o catano. Muitas rampas. E tempo limite de 2h30. "Mas tu fizeste a anterior em 2h17". Pois fiz. Mas sempre em terreno plano. O plano que fiz na aplicação, diz-me que o objectivo é fazer a meia em 02h05. E eu vou tentar. Mas para isso, vou ter que fazer treinos também em rampas. O que a juntar ao calor do verão (que há-de vir, sejamos positivos), torna a coisa difícil. Mas tem que ser. Se a prova é dura, o treino não pode ser fraquinho.

 

Posto isto, e como estou decidida a levar isto até ao fim, vou passar a fazer o relato desta minha próxima "caminhada", por aqui.

Mas não todos os dias, que nem vocês têm paciência, nem eu tenho tempo.

Às segundas-feiras, faço o relato da semana que passou.

 

Dadas as expicações iniciais, avanço já para o relato da semana que passou.

É curtinho. Sabem porquê? Porque dos 4 treinos previstos, só fiz 2. Estou a começar bem, não estou?

Vamos lá.

Na 3ª feira, 5 km. Não fui. Acordei com dores de garganta.

Na 4ª feira, 8 km. Não fui. Tive um dia duro de trabalho na 3ª feira, e não me senti em condições físicas para ir correr.

Na 5ª feira, descanso. Cumprido. 

Na 6ª feira, 5 km. Cumprido. A um ritmo médio de 6:24. (Muito mau, eu sei. Já andava a correr abaixo de 6:00)

No sábado, descanso. Cumprido.

No domingo, 8 km. Cumprido. A um ritmo médio de 6:25 (idem)

 

Balanço.

Custou a recomeçar.

Ainda resisti. Agora é ver se pega mesmo.

Estou mais lenta, outra vez. E isso custou-me. Sou sincera. Já tinha atingido um nível bem melhor, é chato.

No entanto, em minha defesa digo, que estes primeiros planos do treino, são mesmo para fazer a um ritmo mais lento. E eu até acabei por o fazer mais rápido do que estava previsto.

 

Hoje, inscrevi-me.

E no dia 08 de Setembro lá estarei.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mexe-te

por Ana, em 14.05.18

 

 

Corre.

Caminha.

Anda de bicicleta.

Vai ao ginásio.

Treina em casa.

Treina no jardim.

Dança.

De manhã.

Ao final do dia.

A hora de almoço.

Sozinho(a).

Acompanhado(a).

1 vez por semana.

Todos os dias.

Ao fim de semana.

Quando quiseres.

Como quiseres.

Onde quiseres.

Com quem quiseres.

Mas mexe-te.

Ficas:

Leve.

A sorrir.

Saudável.

Enérgico(a).

Motivado(a).

A pensar para a frente.

 

 

Por ti e por todos: Mexe-te.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes