Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sonhos...

por Ana, em 28.03.19

No outro dia, a miúda perguntou-me: "Mãe, qual é o teu maior sonho?"

Eu respondi: "Não sei."

"Como não sabes, mãe?" Perguntou ela com um ar atónito.

"Não sei, filha".

E ela lá foi à vida dela, com um ar muito espantado e atarantado.

 

E de facto, não sei.

E fiquei a pensar nisso.

E tenho pensado nisso, e não cheguei a nenhuma conclusão.

Será da idade? Será conformismo? Será falta de ambição?

Eu lembro-me de ter sonhos.

Uns concretizei.

Outros nem por isso.

Às vezes sinto que a minha vida foi acontecendo e eu fui andando por ela.

Já me irritei.

Já me desiludi tantas vezes.

Já me revoltei.

Que acho que deixei de ter sonhos.

Fico feliz com as coisas boas que vão acontecendo.

Fixo objectivos, às vezes.

Mas sonhos... Acho que já não tenho.

 

[Em compensação, a miúda disse-me há dias: "Já realizei os meus três sonhos mãe: vou ter uma mana, tenho uma Nancy e já tenho slime". Agora tenho que arranjar outro sonho. Já sei: quero uma casa da LOL". Para ela é fácil ter sonhos. Por isso ficou tão perplexa com a minha resposta]

Autoria e outros dados (tags, etc)

E ainda só tem 6...

por Ana, em 14.02.19

No outro dia mandou para o ar que tem namorado.

E eu disse: "Então mas quem é? Não me disseste nada?"

"Nem vou dizer".

Ontem, ao prepararmos a roupa para hoje: "Digo, olha pensei neste conjunto, já que é dia dos namorados e tu agora até tens namorado"

Ela concordou com a roupa e ficou satisfeita.

E digo eu assim como quem não quer a coisa: "Como é que ele se chama, já não me lembro".

Ela sorri, e diz: "mãe..."

Não caiu.

E digo eu: "Então mas não percebo, tu antes não tinhas segredos comigo e agora tens."

"Pois, mãe, mas eu agora já estou mais crescida. Já tenho os meus segredos"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Quem diz a verdade...

por Ana, em 13.02.19

A criança trazia a lancheira num estado lastimável: rebentou um iogurte lá dentro.

Explico, "não podes andar com a lancheira aos trambolhões".

Silêncio do lado de lá.

Não desmente.

Não se defende.

Nada.

 

Passado um bom bocado diz-me:

"Oh mãe, mas das outras vezes que eu trouxe iogurte, eu andei com a lancheira aos trambolhões e o iogurte não rebentou."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

6 anos

por Ana, em 10.01.19

A miúda fez 6 anos no final de dezembro.

Já tens 6 anos.

6 anos de “pessoa”.

E é isso mesmo que já és. Uma “pessoa”, cheia de vontades, opiniões, personalidade.

És meiga. Tranquila. Amiga. Doce.

Desafiadora. Respondona. Do contra.

Bates o pé. Esperneias as pernas. Tentas sempre “levar a tua avante”.

Quanto te acalmas, consegues ouvir e prometer que da próxima será diferente.

Insegura das tuas capacidades. E tu já és capaz de tanto. “És capaz de tudo”, dizemos todos os dias.

Conversas muito. Contas-me o teu dia. Dás-nos a tua opinião sobre os assuntos que ouves.

Ouves “muitas conversas”, como tu própria dizes.

Gostas de passear. Adoras um shopping. Adoras compras. Adoras prendas.

Gostas de ir ao cinema e comer pipocas.

Adoras espetáculos.

Gostas de dançar.

Adoras os teus avós. Sabes levar cada um deles para o caminho que tu queres fazer. És meiga com eles.

Gostas de meninos mais pequeninos. Mas custa-te dividir protagonismo.

Tens ciúme da mãe, quando está com outras crianças. Tens ciúme do pai quando está com outras crianças. Somos TEUS. E nunca nada vai mudar isso.

Amo-te desde o primeiro segundo em que te vi. E quanto mais cresces, mais cresce o meu amor por ti.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Nem sei o que chame a isto

por Ana, em 02.11.18

Há cerca de duas semanas que a miúda se anda a queixar de dores nos dentes da frente (em baixo).

Na terça-feira, descobrimos que tinha um dente a abanar.

Julguei que fosse isso.

Na 4ª feira de manhã vi: tem um dente a nascer por trás. Ainda antes de qualquer um cair.

 

E de repento, apercebo-me: esta miúda está mesmo a crescer.

Senti assim um encontrão, um acordar para a realidade.

Ainda agora tinha os dentes de leite a nascer.

E agora já tem os definitivos a nascer.

 

Ok.

Eu sei que isto pode parecer tudo assim um bocado esquisito.

Podem dizer: "Então, estás a espera de quê? Os anos têm passado."

Pois é. É verdade sim.

Mas eu é que não tinha visto bem isso tudo.

Encarei todas as fases de forma natural. É o tempo a passar e ela a crescer.

 

Mas agora tomo consciência, que a minha pequenina está mesmo a ficar crescida.

E isso é algo... Nem sei bem.

Alguns diriam nostálgico.

 

O que eu senti foi assim uma espécie de "buhhhh, acorda".

 

Enfim... Coisas minhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Acidentes" na cozinha

por Ana, em 25.10.18

Recuem no tempo...

Recordem-se de serem crianças e as vossas mães prepararem para o jantar/almoço o vosso prato preferido.

Lembram-se do prazer de antecipação que sentiam?

 

Agora imaginem a seguinte situação.

Chega a hora da refeição, começam a comer e assim que colocam a primeira garfada no boca, ficam com a boca a arder.

E bebem água.

Muita água.

O pai informa: "Isto está picante".

E a mãe garante que é impossível, pois nem pimenta colocou.

A mãe prova.

E constata que está efectivamente MUITO picante.

O pai diz à mãe: "Tu não temperaste com pimentão, temperaste com piri-piri em pó".

A mãe fica indignada: "Como é que isso é possível? O que é que "isso" está ali (armário dos temperos) a fazer????"

E o pai responde: "Foste tu que compraste".

Miúda chora desalmadamente.

E a mãe vai fazer uns ovos mexidos.

 

Aconteceu ontem lá por casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia mundial da alimentação

por Ana, em 16.10.18

 

transferir (2).jpeg

 

Eu já fiz a minha parte.

Fui à escola da miúda fazer sumos de fruta.

 

Cada turma ficou com uma tarefa.

A turma dela foi fazer sumos de fruta.

Pediram ajuda a algumas mães.

E eu lá fui.

Mais o meu liquidificador.

 

Rodeada de miúdos por todo o lado, que queriam todos ajudar, pois claro.

Eu claramente, fora do meu elemento.

Mas fiz o que tinha fazer.

 

No recreio da manhã, fizeram todos um lanche partilhado, cheio de frutas para todos os gostos.

 

Mas, sinceramente, a parte que eu mais gostei, foi quando a professora disse "podem comer a fruta que sobrou" (dos sumos).

Os miúdos ficaram todos felizes.

Parecia que estavam a dar-lhes gomas.

Não sei se foi da abundância. Se foi do ambiente. Se foi de estarem só a olhar (enquanto faziam os sumos) e isso os fez abrir o apetite.

O que eu sei, é que elas criancinhas comeram fruta com fartura hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este Setembro...

por Ana, em 02.10.18

Já estamos em Outubro.

E o Setembro foi de tal forma rápido e atrofiante que nem parece que passei por ele.

 

Os motivos.

A miúda iniciou este ano a primária.

Em Junho, quando soubemos a escola em que ficou colocada, reclamámos.

Não ficou na escola mais próximo de casa. Ela só faz os 6 anos em Dezembro, pelo que não é uma "candidata prioritária".

Fomos conhecer a escola e gostámos.

Um senão: não tinha ATL. No entanto, soubemos que iria abrir no próximo ano letivo. Em outubro.

Não abriu.

Ainda não abriu.

Foram 15 dias a correr para o trabalho.

A correr para a escola para a ir buscar.

Acabamos o mês de Setembro a solicitar mudança de escola.

 

No meio disto tudo, a minha maior preocupação era a adaptação dela.

Foi excelente.

Lidou com tudo com entusiamo.

Aceitou estes "percalços" com naturalidade.

Está satisfeitíssima com este seu novo estatuto: "aluna do 1º ano".

 

Quanto a mim, espero que comece agora tudo a andar de forma mais normal.

Começou na 6ª feira, na segunda escola.

Na 2ª feira, a Professora fez greve.

Vamos ver o que se segue.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Coisas da miúda #56

por Ana, em 11.09.18

Todas as noites, a M. escolhe uma história para eu ler antes de dormir.

Escolheu o capuchinho vermelho (pela milésima vez).

Li.

A história acaba dizendo "e a menina aprendeu uma grande lição: não se deve falar com estranhos"

E eu aproveito a deixa, para lhe fazer uns alertas.

"Tu conheces os amigos e amigas todos do pai e da mãe, não conheces?"

"Sim" [E já ia começar a dizer os nomes todos]

"E também sabes bem bem quem são os teus tios e tias, certo?"

"Sim".

"Então, mesmo que alguém vá falar contigo dizendo que é amigo do pai ou da mãe, ou tio ou tia, se tu não conheces não falas. Se não conheces é estranho, e com estranhos não falas"

"Sim"

Levanto-me e vou arrumar o livro na estante.

E ouço ela "muito menos se for um animal selvagem"

 

[]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Finalista

por Ana, em 16.07.18

Ainda agora nasceu, é o que parece.

No sábado, foi a festa de finalistas do pré-escolar da minha miúda.

Para o ano, em principio, estará na primária.

 

Olho para ela agora.

Relembro como ela era.

Recordo-me como ela foi crescendo.

 

E surpreendo-me com tudo.

Está uma menina.

Crescida.

Mas ainda tão pequenina.

 

É um misto de sentimentos.

 

No sábado foi dia de choradeira. 

Educadora, auxiliar e algumas mães. 

Eu aguentei-me.

Acho que ainda não "caí bem em mim".

 

Vai sair dali e vai para outro sítio.

Certamente, vai correr tudo bem.

E vai, mais uma vez, crescer.

 

Esteve ali três anos.

A relação não foi fácil ao início.

Ela precisou de se habituar.

Eu também. Não me agradou muito os métodos da educadora ao início.

Mas aos poucos fui entendendo.

A M**** também.

A relação que ela criou com aquelas duas, foi extraordinária.

Vai, com certeza, lembrar-se delas muitas vezes ainda.

E elas, dela.

 

E agora, siga para a frente.

Tens o mundo toda a tua espera, miúda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Comentários recentes

  • mami

    a vida, a experiência...rouba-nos esta capacidade ...

  • Ana

    Tens razão...

  • Maribel Maia

    Sonhar com um sorriso... um abraço.... um fim de s...

  • Gorduchita

    Entendo-te tão bem!!

  • omeumaiorsonho

    Agora entrou uma nostalgia das minhas barriguinhas...



subscrever feeds