Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E ainda só tem 6...

por Ana, em 14.02.19

No outro dia mandou para o ar que tem namorado.

E eu disse: "Então mas quem é? Não me disseste nada?"

"Nem vou dizer".

Ontem, ao prepararmos a roupa para hoje: "Digo, olha pensei neste conjunto, já que é dia dos namorados e tu agora até tens namorado"

Ela concordou com a roupa e ficou satisfeita.

E digo eu assim como quem não quer a coisa: "Como é que ele se chama, já não me lembro".

Ela sorri, e diz: "mãe..."

Não caiu.

E digo eu: "Então mas não percebo, tu antes não tinhas segredos comigo e agora tens."

"Pois, mãe, mas eu agora já estou mais crescida. Já tenho os meus segredos"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Quem diz a verdade...

por Ana, em 13.02.19

A criança trazia a lancheira num estado lastimável: rebentou um iogurte lá dentro.

Explico, "não podes andar com a lancheira aos trambolhões".

Silêncio do lado de lá.

Não desmente.

Não se defende.

Nada.

 

Passado um bom bocado diz-me:

"Oh mãe, mas das outras vezes que eu trouxe iogurte, eu andei com a lancheira aos trambolhões e o iogurte não rebentou."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

6 anos

por Ana, em 10.01.19

A miúda fez 6 anos no final de dezembro.

Já tens 6 anos.

6 anos de “pessoa”.

E é isso mesmo que já és. Uma “pessoa”, cheia de vontades, opiniões, personalidade.

És meiga. Tranquila. Amiga. Doce.

Desafiadora. Respondona. Do contra.

Bates o pé. Esperneias as pernas. Tentas sempre “levar a tua avante”.

Quanto te acalmas, consegues ouvir e prometer que da próxima será diferente.

Insegura das tuas capacidades. E tu já és capaz de tanto. “És capaz de tudo”, dizemos todos os dias.

Conversas muito. Contas-me o teu dia. Dás-nos a tua opinião sobre os assuntos que ouves.

Ouves “muitas conversas”, como tu própria dizes.

Gostas de passear. Adoras um shopping. Adoras compras. Adoras prendas.

Gostas de ir ao cinema e comer pipocas.

Adoras espetáculos.

Gostas de dançar.

Adoras os teus avós. Sabes levar cada um deles para o caminho que tu queres fazer. És meiga com eles.

Gostas de meninos mais pequeninos. Mas custa-te dividir protagonismo.

Tens ciúme da mãe, quando está com outras crianças. Tens ciúme do pai quando está com outras crianças. Somos TEUS. E nunca nada vai mudar isso.

Amo-te desde o primeiro segundo em que te vi. E quanto mais cresces, mais cresce o meu amor por ti.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Nem sei o que chame a isto

por Ana, em 02.11.18

Há cerca de duas semanas que a miúda se anda a queixar de dores nos dentes da frente (em baixo).

Na terça-feira, descobrimos que tinha um dente a abanar.

Julguei que fosse isso.

Na 4ª feira de manhã vi: tem um dente a nascer por trás. Ainda antes de qualquer um cair.

 

E de repento, apercebo-me: esta miúda está mesmo a crescer.

Senti assim um encontrão, um acordar para a realidade.

Ainda agora tinha os dentes de leite a nascer.

E agora já tem os definitivos a nascer.

 

Ok.

Eu sei que isto pode parecer tudo assim um bocado esquisito.

Podem dizer: "Então, estás a espera de quê? Os anos têm passado."

Pois é. É verdade sim.

Mas eu é que não tinha visto bem isso tudo.

Encarei todas as fases de forma natural. É o tempo a passar e ela a crescer.

 

Mas agora tomo consciência, que a minha pequenina está mesmo a ficar crescida.

E isso é algo... Nem sei bem.

Alguns diriam nostálgico.

 

O que eu senti foi assim uma espécie de "buhhhh, acorda".

 

Enfim... Coisas minhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Acidentes" na cozinha

por Ana, em 25.10.18

Recuem no tempo...

Recordem-se de serem crianças e as vossas mães prepararem para o jantar/almoço o vosso prato preferido.

Lembram-se do prazer de antecipação que sentiam?

 

Agora imaginem a seguinte situação.

Chega a hora da refeição, começam a comer e assim que colocam a primeira garfada no boca, ficam com a boca a arder.

E bebem água.

Muita água.

O pai informa: "Isto está picante".

E a mãe garante que é impossível, pois nem pimenta colocou.

A mãe prova.

E constata que está efectivamente MUITO picante.

O pai diz à mãe: "Tu não temperaste com pimentão, temperaste com piri-piri em pó".

A mãe fica indignada: "Como é que isso é possível? O que é que "isso" está ali (armário dos temperos) a fazer????"

E o pai responde: "Foste tu que compraste".

Miúda chora desalmadamente.

E a mãe vai fazer uns ovos mexidos.

 

Aconteceu ontem lá por casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia mundial da alimentação

por Ana, em 16.10.18

 

transferir (2).jpeg

 

Eu já fiz a minha parte.

Fui à escola da miúda fazer sumos de fruta.

 

Cada turma ficou com uma tarefa.

A turma dela foi fazer sumos de fruta.

Pediram ajuda a algumas mães.

E eu lá fui.

Mais o meu liquidificador.

 

Rodeada de miúdos por todo o lado, que queriam todos ajudar, pois claro.

Eu claramente, fora do meu elemento.

Mas fiz o que tinha fazer.

 

No recreio da manhã, fizeram todos um lanche partilhado, cheio de frutas para todos os gostos.

 

Mas, sinceramente, a parte que eu mais gostei, foi quando a professora disse "podem comer a fruta que sobrou" (dos sumos).

Os miúdos ficaram todos felizes.

Parecia que estavam a dar-lhes gomas.

Não sei se foi da abundância. Se foi do ambiente. Se foi de estarem só a olhar (enquanto faziam os sumos) e isso os fez abrir o apetite.

O que eu sei, é que elas criancinhas comeram fruta com fartura hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este Setembro...

por Ana, em 02.10.18

Já estamos em Outubro.

E o Setembro foi de tal forma rápido e atrofiante que nem parece que passei por ele.

 

Os motivos.

A miúda iniciou este ano a primária.

Em Junho, quando soubemos a escola em que ficou colocada, reclamámos.

Não ficou na escola mais próximo de casa. Ela só faz os 6 anos em Dezembro, pelo que não é uma "candidata prioritária".

Fomos conhecer a escola e gostámos.

Um senão: não tinha ATL. No entanto, soubemos que iria abrir no próximo ano letivo. Em outubro.

Não abriu.

Ainda não abriu.

Foram 15 dias a correr para o trabalho.

A correr para a escola para a ir buscar.

Acabamos o mês de Setembro a solicitar mudança de escola.

 

No meio disto tudo, a minha maior preocupação era a adaptação dela.

Foi excelente.

Lidou com tudo com entusiamo.

Aceitou estes "percalços" com naturalidade.

Está satisfeitíssima com este seu novo estatuto: "aluna do 1º ano".

 

Quanto a mim, espero que comece agora tudo a andar de forma mais normal.

Começou na 6ª feira, na segunda escola.

Na 2ª feira, a Professora fez greve.

Vamos ver o que se segue.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Coisas da miúda #56

por Ana, em 11.09.18

Todas as noites, a M. escolhe uma história para eu ler antes de dormir.

Escolheu o capuchinho vermelho (pela milésima vez).

Li.

A história acaba dizendo "e a menina aprendeu uma grande lição: não se deve falar com estranhos"

E eu aproveito a deixa, para lhe fazer uns alertas.

"Tu conheces os amigos e amigas todos do pai e da mãe, não conheces?"

"Sim" [E já ia começar a dizer os nomes todos]

"E também sabes bem bem quem são os teus tios e tias, certo?"

"Sim".

"Então, mesmo que alguém vá falar contigo dizendo que é amigo do pai ou da mãe, ou tio ou tia, se tu não conheces não falas. Se não conheces é estranho, e com estranhos não falas"

"Sim"

Levanto-me e vou arrumar o livro na estante.

E ouço ela "muito menos se for um animal selvagem"

 

[]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Finalista

por Ana, em 16.07.18

Ainda agora nasceu, é o que parece.

No sábado, foi a festa de finalistas do pré-escolar da minha miúda.

Para o ano, em principio, estará na primária.

 

Olho para ela agora.

Relembro como ela era.

Recordo-me como ela foi crescendo.

 

E surpreendo-me com tudo.

Está uma menina.

Crescida.

Mas ainda tão pequenina.

 

É um misto de sentimentos.

 

No sábado foi dia de choradeira. 

Educadora, auxiliar e algumas mães. 

Eu aguentei-me.

Acho que ainda não "caí bem em mim".

 

Vai sair dali e vai para outro sítio.

Certamente, vai correr tudo bem.

E vai, mais uma vez, crescer.

 

Esteve ali três anos.

A relação não foi fácil ao início.

Ela precisou de se habituar.

Eu também. Não me agradou muito os métodos da educadora ao início.

Mas aos poucos fui entendendo.

A M**** também.

A relação que ela criou com aquelas duas, foi extraordinária.

Vai, com certeza, lembrar-se delas muitas vezes ainda.

E elas, dela.

 

E agora, siga para a frente.

Tens o mundo toda a tua espera, miúda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Um novo profeta?

por Ana, em 28.06.18

Miúda: "O Presidente da República é igual a Jesus, mãe"

Eu: ????? Porquê?

Miúda: "Porque quando Jesus acabava de falar e ia embora, também tinha muita gente atrás dele"

 

Eu e pai: 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Comentários recentes

  • Anita

    O inverno e a gravidez… nada ajuda

  • Anita

    As embalagens dos dias de hoje…

  • Anita

  • Anita

    Eles são demais

  • Tudo Mesmo

    A criança tem razão: fraca qualidade da embalagem ...



subscrever feeds